Bottas: “Na China será duro contra a Ferrari”

  • Redação Autoportal
Valtteri Bottas (Lusa)
Valtteri Bottas (Lusa)

Piloto da Mercedes afirma que será difícil conseguir recuperar já o défice para a Ferrari nas retas

A Mercedes começou o Mundial de Fórmula 1 com duas dobradinhas. A Vitória na Austrália foi concludente com a Ferrari nitidamente em défice em relação aos Flecha de Prata. Mas, no Bahrain, o triunfo acabou por cair no colo dos W10, pois já não se tratou de um caso de quem tinha o carro mais forte.

Charles Leclerc parecia estar destinado a vencer com o SF90 a mostrar-se o mais forte no Bahrain até que um curto-circuito – como ficou agora a saber-se – traiu a Ferrari. Bottas reconhece que, na última corrida vez, o défice de andamento estava do lado dos Mercedes e prevê que no GP da China da próxima semana, os Flecha de Prata voltem a partir de trás.

“Chima e Baku têm enormes retas. Acho que [no Baharain] nos ganhavam quatro décimos [de segundo] nas retas e não podemos encontrar quatro décimos assim do pé para a mão”, afirmou o finlandês citado pelo jornal «Marca»: “Nós melhoramos o carro constantemente. Temos de rever o que podemos fazer nas retas, mas será duro.”

  • TEMAS:
  • Valtteri Bottas

  • Mercedes

  • GP China

Veja mais