CX-30 é o SUV da Mazda que chega nesta semana e já tem preços

| Virgílio Machado
VÍDEO: CX-30 é a aposta da Mazda para conquistar a Europa
Mazda CX-30 surge com preço surpreendente

O novo Mazda CX-30 chega nesta semana ao mercado nacional e promete ser um aposta para vencer da marca nipónica.

Revelado aos jornalistas no arranque desta semana em Barcelona, onde ficamos a conhecer o novo motor Skyactiv-X, de 2.0 litros que conta com o sistema ‘M Hybrid’ da Mazda e do qual vamos falar nos próximos dias, já que esta versão só chega a Portugal no próximo mês de Outubro.

O novo SUV compacto da Mazda insere-se num novo segmento de mercado para a marca nipónica. Com 4395 mm de comprimento, 1795 mm de largura, 1540 mm de altura e 2655 mm de distância entre eixos, este novo CX-30 posiciona-se entre o Mazda CX-3 e o bem sucedido Mazda CX-5, preenchendo os requisitos dos clientes que pretendem combinar as dimensões compactas e urbanas do primeiro e o espaço e versatilidade do segundo.

Desenvolvido com base na inovadora linguagem de design ‘Kodo’ da marca, inspirada nas mais puras tradições da arte japonesa e na beleza dos espaços entre os objetos, o Mazda CX-30 apresenta uma imagem mais musculada da carroçaria, transmitindo uma sensação de que flutua sobre as rodas.

A frente é marcada pelo formato de uma asa, um elemento típico da marca, e pela grelha que se apresenta mais triangular. Já na traseira, o destaque vai para a porta da bagageira, mais larga e que permite um melhor acesso a uma bagageira mais ampla e com capacidade para 430 litros.

O interior é centrado no ser humano e apresenta um espaço simples, arejado e aberto para os ocupantes e um posto de condução confortável e ergonómico.

O posto de condução, e o habitáculo em geral, combinam uma elevada qualidade de ergonómica com a tecnologia de ponta, aplicando estes dois conceitos em tudo, da posição de condução ao campo de visão, ao Interface Homem-Máquina e à qualidade do equipamento áudio.

Tecnologias recentemente desenvolvidas, tais como o Mazda Harmonic Accustics de 8 altifalantes ou sistema áudio premium Bose de 12 altifalantes, foram cuidadosamente integradas em materiais de qualidade superior, com montagem e acabamentos meticulosos que ajudam a criar um ambiente interior de alta qualidade e um requinte genuíno, o que permite ao CX-30 deixar os seus rivais diretos do segmento para trás, para além de desafiar rivais premium de luxo entre os SUV compactos.

Apesar de apresentar uma distância ao solo adequada para um SUV, a posição baixa dos bancos (601 mm à frente e 619 mm atrás) facilita o acesso e a saída  do habitáculo do Mazda CX-30.

Além da generosa distância entre os bancos dianteiros e traseiros e da baixa altura do piso nos lugares traseiros, o formato dos assentos e dos pilares B foi otimizado de forma a facilitar o movimento dos ocupantes em termos de acesso e saída do habitáculo. Estas soluções permitem que mesmo os ocupantes de maior compleição física não sintam dificuldades ao entrar e sair.

O novo SUV compacto apresenta todos os últimos desenvolvimentos da Mazda na nova geração Skyactiv-Vehicle Architecture, já conhecidas do Mazda CX-3 e do Mazda CX-5,

que não só aproveita a capacidade de equilíbrio natural do ser humano para um controlo mais natural e intuitivo do veículo, proporcionando igualmente uma diminuição, e melhor controlo, em termos de NVH (Noise, Vibration and Harshness), oferecendo uma enorme tranquilidade no interior onde os ruídos exteriores são praticamente anulados.

Sentados ao volante deste novo Mazda rapidamente percebemos que este CX-30 conta com uma consola totalmente orientada para o condutor e os bancos oferecem um enorme apoio lateral.

O volante ajuda ao conforto da condução com uma pega muito confortável, e com todos os comandos que permitem uma rápida utilização. O painel de instrumentos digital e o ecrã central de 8.8 polegadas suporta Apple CarPlay e Android Auto.

O Mazda CX-30 adopta o recentemente renovado sistema Mazda Connect, agora com funções significativamente melhoradas em termos de segurança e facilidade de utilização. Por exemplo, a maior capacidade de processamento do hardware e o software optimizado reduziu para metade o tempo de inicialização do ecrã do sistema de informação e entretenimento.

Funcionalidades como o sistema de navegação ficam prontos a utilizar quase instantaneamente após ligada a ignição. A qualidade da imagem e do som a bordo do Mazda CX-30 foi também amplamente melhorada pela digitalização da transmissão dos sinais da câmara e do sistema de áudio.

A primeira versão que conduzimos em Barcelona estava equipada com um bloco a gasolina Skyactiv-G de 2.0 litros com quatro cilindros que produz 122 cv de potência.

Este bloco pode ser combinado com uma caixa manual de seis velocidades ou com uma transmissão automática de seis relações, a que testamos e que se mostrou bastante competente e de resposta rápida em estrada, ao longo dos 103 quilómetros que realizamos e onde revelou uma avaliação bastante positiva.

A Mazda confirmou ainda que o CX-30 vai contar igualmente com versões de tracção dianteira e tracção total e que se mostrou bastante eficaz em curva.

A gama deste novo SUV vai contar com dois níveis de equipamento, Evolve e Excellence, havendo ainda vários packs opcionais.

Apesar da grande panóplia de equipamento opcional, a verdade é que o nível base é bastante alargado onde podemos dispor de apoio inteligente à travagem em cidade com deteção de peões, detetor de ângulo morto com alerta de tráfego traseiro, aviso de saída de faixa, cruise control adaptativo com assistente inteligente de velocidade, sensores de estacionamento traseiros ou máximos automáticos.

A Mazda que joga forte neste CX-30 vai coloca-lo no mercado com preços muito competitivos já que a versão Skyactiv- G 2.0 com o nível de equipamento Evolve vai ter um preço que arranca nos 28.671 euros

Já a versão com o nível de equipamento Excellence, começa nos 34.551, enquanto o CX-30  com bloco a diesel, o Skyactiv-D 1.8, tem um preço que arranca nos 31.776 euros para o nível de equipamento Evolve, enquanto a versão Excellence começa nos 37.041 euros.

Mas atenção, até ao final do ano, a Mazda vai disponibilizar uma versão do Skyactiv- G 2.0 com 122 cv de potência com o nível de equipamento Envolve e com pack i-Active que inclui abertura elétrica da porta da bagageira, jantes de 18 polegadas, câmara traseira, sensores de estacionamento frontais, vidros escurecidos e chave inteligente, tudo por um preço que começa nos 27.650 euros.

A juntar a estas versões é claro que temos ainda a jóia da coroa do Mazda CX-30 com o motor Skyactiv-X, de 2.0 litros, mas dele vamos falar daqui a uns dias...

CX-30 é o SUV surpresa da Mazda
  • TEMAS:
  • Mazda

  • SUV

  • CX-30

Veja mais