Ogier queria Loeb no WRC a tempo inteiro: “Seria muito melhor para o campeonato”

  • Redação Autoportal
Sébastien Loeb e Sébastien Ogier (Reuters)
Sébastien Loeb e Sébastien Ogier (Reuters)

Piloto da Citroën diz que vai focar-se nos verdadeiros adversários

A notícia de que Sébastien Loeb não vai fazer todo o Mundial de Ralis em 2019 foi uma desilusão para Sébastien Ogier, que esperava encontrar o «novo» adversário da Hyundai em todas as provas do WRC no próximo ano.

“É uma desilusão não ser para todo o calendário, pois isso seria muito melhor para o campeonato. Mas é assim que é”, afirmou Ogier, que em 2019 regressará à Citroën.

O hexacampeão em título afirma que a decisão de Loeb e da Hyundai não vai interferir com os seus objetivos: “Não irá alterar o nosso campeonato porque se eles não querem fazer o mundial completo não vamos focar-nos neles.” “Como sempre, vamos focar-nos nos nossos verdadeiros adversários”, frisou Ogier.

Com quatro títulos mundiais pela Volkswagen e dois com o Ford da M-Sport, o francês de 35 anos regressa à Citroën, que deixou no final do campeonato de 2011, para devolver o título que a fabricante francesa já não vence desde 2012.

“Eu procuro sempre o topo, isso não está em questão. Estou muito à vontade com isso e não quero colocar qualquer pressão extra sobre os ombros. Vou dar o melhor como sempre faço. Esperemos que seja suficiente, mas, se não for, trabalharei mais para estar onde quero estar”, disse Ogier na página oficial do WRC.

  • TEMAS:
  • Sébastien Ogier

  • Sébastien Loeb

  • WRC

Veja mais