Mobilidade urbana: EMEL abre cinco novas estações da GIRA nos Olivais, em Lisboa

  • 30 jul, 17:56
Gira em movimento (Foto: Iolanda Vilarinho/EMEL)
Gira em movimento (Foto: Iolanda Vilarinho/EMEL)

O crescimento da rede de mobilidade de bicicletas partilhadas Gira chega agora aos Olivais com mais cinco estações para os utentes

A EMEL abriu ontem, dia 29 de julho, as primeiras cinco Estações da Rede de Bicicletas Partilhadas, nos Olivais, estando prevista a abertura de mais quatro na Freguesia durante as próximas semanas.

De acordo com o comunicado da empresa, esta nova abertura de estações para bicicletas pretende ser mais um contributo para que "Lisboa seja uma cidade em que a mobilidade é cada vez mais Gira e sustentável".

PUB

A empresa de mobilidade e estacionamento de Lisboa assegura estar "consciente da importância de uma mobilidade urbana simples e descontraída" e está apostada em oferecer aos residentes e todos cidadãos em geral uma cidade mais descarbonizada e inclusiva.

Conheça aqui o projeto de sensores nas ciclovias

As cinco Estações da GIRA que entram em funcionamento nos Olivais são:

  • 134 - Praça Cidade do Luso
  • 132 - Avenida de Berlim / Rua Cidade de Cabinda
  • 150 - Avenida Dr. Francisco Luis Gomes / Go Fit
  • 133 - Rua Cidade de Benguela / Avenida Cidade de Luanda
  • 131 - Avenida de Berlim / Praça Baden Powell

Com mais esta abertura, Lisboa passa a ter 96 Estações Gira em operação, que representam um total de cerca de 1.800 docas para bicicletas, estando prevista a instalação de mais 49 Estações até ao final de setembro.

PUB

Atualmente, a cidade tem, em circulação, mais de 900 bicicletas da Rede de Bicicletas Partilhadas Gira.

Continuar a ler

RELACIONADOS

EMEL inaugura Rede BiciPark em parques de estacionamento

Lisboa recebe novas estações da rede de bicicletas partilhadas GIRA

Lisboa vai ter sensores de contagem de bicicletas instalados nas ciclovias

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS