Vídeo: conheça o BeachBot, o robô amigo das praias que recolhe lixo sozinho

  • Redação Autoportal
  • 24 jul, 13:17

Projeto BB começou a limpar beatas de cigarros das areias das praias, mas promete não parar por aqui

‘Tropeçar’ em beatas de cigarros na praia tem tanto de desagradável como de nocivo para o meio ambiente e, na Holanda, já há um robô que está a ser preparado para resolver este problema. Com a participação da Microsoft, o BeachBot da empresa TechTics, apanha as pontas de cigarros e leva-as consigo para deixarem de ser um problema.

Com é frisado no vídeo que mostra o projeto BeachBot em ação, 4,5 biliões de beatas de cigarros ficam por ano depositadas no meio ambiente à espera da sua desintegração, que pode levar a até 14 anos.

PUB

A TechTics é a empresa tecnológica de Edwin Bos e Martijn Lukaart, sedeada em Haia, na Holanda, com o propósito de usar a tecnologia e a Inteligência Artificial (IA) para resolver problemas sociais e este já está a ser atacado. Bos começou a pensar lidar com a situação quando estava na praia de Scheveningen e o seu filho, então com 4 anos apanhou uma beata da areia e lha mostrou.

“Os filtros dos cigarros estão cheios de microplásticos. É mau que acabem na natureza”, disse Bos numa citação da «Microsoft News Centre Europe» («MNCE») em artigo a respeito do projeto. Os dois colegas da TechTics são especializados em IA e em robótica e conceberam um robô com interação humana para tornar as praias mais limpas: o BeachBot, também conhecido como BB.

PUB
BeachBot (imagem Microsoft News Centre Europe via TechTics)

Os investigadores da TechTics criaram o primeiro algoritmo de deteção com base em IA que, neste caso, vê especialmente beatas e juntamente, com estudantes da Universidade de Tecnologia de Delft, conceberam o BB que depende da IA para fazer o trabalho recolhendo as beatas na areia da praia e depositando-as num recipiente seguro.

PUB

Qualquer pessoa pode ligar-se ao BB e torná-lo mais inteligente treinando o seu algoritmo de deteção com (mais) fotografias de beatas de cigarros – são milhares de fotografas que são ‘mostradas’ ao BB de pontas de cigarros em vários estados e posição para que ele possa lembrar-se e ‘reconhecê-las.

Para ajudar a compilar essas fotografias, a equipa do BB recorreu ao Microsoft Trove, uma aplicação que conecta os investigadores em IA com os autores das fotografias “através de um mercado de dados transparente” onde se faz a troca. “Neste caso, as pessoas podem submeter as suas fotografias e a TechTics paga diretamente 25 cêntimos por cada imagem aceite” explica o «MCNE» referindo que já foram obtidas 200 imagens via Trove e que a TechTics espera recolher cerca de duas mil.

PUB

O BB fez o seu primeiro teste na praia de Scheveningen no verão do ano passado e neste ano já tem outro marcado. Com os seus 80 cm de largura, o robô apanhou 10 beatas da areia em meia hora. Com duas câmaras para olhar em frente e para baixo, evita pessoas e objetos. E quando deteta uma beata faz descer dois braços que colhem a areia em conjunto e agarram o filtro do cigarro que é colocado num depósito interno, cujo conteúdo será depois colocado por pessoas no lixo.

BeachBot (imagem TechTics)

O BeachBot funciona com baterias tendo uma autonomia de uma hora, mas a TechTics já está agora a trabalhar em dois ‘ajudantes’ que farão apenas a deteção (com uma mapeação também via Trove) para formar um trio de limpa-praias a trabalhar em conjunto chamando o BB ou outros veículos de limpeza.

PUB

“Começamos com beatas de cigarros. Esse é o objeto de lixo mais numeroso. No futuro, queremos que os robôs detetem uma série de outro lixo.”, disse Bos ao «MNCE», numa visão com ‘bots’ autónomos movidos a energia solar.

PUB

Mas o problema não se resolve só com as máquinas: “Achamos que a nossa solução robótica, em última instância, pode não ser a solução final para este problema, porque o problema maior com o lixo ainda é o comportamento humano. Temos de garantir todos em conjunto que mantemos as nossas praias limpas.”

Continuar a ler

RELACIONADOS

Sustentabilidade: Rolls-Royce investe em África com a Kowry

Sustentabilidade: Grupo BMW investe na produção de materiais naturais e recicláveis

Proteção Climática: Audi coloca 300 alunos a simular uma conferência da ONU

Sustentabilidade: Grupo VW introduz novos navios movidos a GNL na sua frota

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS