Nissan cria protótipo para evitar a condução sob efeito do álcool

  • Redação Autoportal
  • 24 ago, 11:50
Nissan estuda protótipo para evitar condução com álcool (Foto: K. Subiyanto/Pexels)
Nissan estuda protótipo para evitar condução com álcool (Foto: K. Subiyanto/Pexels)

Está equipado com múltiplos sistemas de alerta e ação quando é detetada a presença de álcool no condutor, chegando a impedir a marcha

Embora a velha máxima seja “se beber, não conduza”, dados sobre a sinistralidade nas estradas de todo o mundo mostram que o álcool continua a ser responsável por muitos acidentes com consequências graves.

No sentido de combater o flagelo, a Nissan dá agora a conhecer o protótipo que equipou com uma série de dispositivos para prevenir a condução sob efeito do álcool.

PUB

O “concept car” desenvolvido pela marca japonesa integra vários sensores de álcool, um dos quais montado no manípulo da caixa de velocidades. Através do contacto com a transpiração libertada pela palma da mão do condutor, o sensor de alta sensibilidade é capaz de detetar a presença de álcool.

Se o nível estiver acima do limite pré-estabelecido o sistema bloqueia automaticamente a transmissão e o veículo é imobilizado, ao mesmo tempo que é emitido um alerta sonoro através do sistema de navegação.

O vídeo disponibilizado pela Nissan está em japonês, mas a infografia já permite vislumbrar o que está a ser feito para que este tecnologia possa ser implementada muito em breve.

PUB

Sensores estão colocados nos bancos do condutor e passageiro, nestes casos para análise do odor dentro do habitáculo. Uma vez mais, se for detetada a presença de álcool, o sistema emite um alerta de voz e uma mensagem no monitor do sistema de navegação. Mas o protótipo da Nissan não fica por aqui no que diz respeito a incorporar dispositivos para evitar que pessoas embriagadas conduzam.

No painel frontal está montada uma câmara de leitura facial orientada para o condutor, com o objetivo de monitorizar quaisquer sinais de fadiga através do piscar de olhos. Se os valores estiverem fora dos parâmetros normais, também aqui são emitidos alertas sonoros e visuais, ao mesmo tempo que o cinto de segurança é automaticamente ajustado ao corpo do condutor, para que este “desperte”.

PUB

O mesmo tipo de avisos e mecanismos são ativados quando um sistema de monitorização permanente deteta quaisquer alterações no comportamento do automóvel, como por exemplo o desvio da faixa de rodagem.

Em breve num carro perto de si!

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

Condução noturna em segurança com faróis de tecnologia preditiva da Ford

Huawei anuncia acordo para equipar Volkswagen com tecnologia 4G

Sustentabilidade: Grupo BMW investe na produção de materiais naturais e recicláveis

Cupra e Sequal juntam-se por um futuro mais sustentável no elétrico Born

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS