Segundo os desejos dos condutores, como seria o carro do futuro?

  • Redação AWAY
  • 8 set, 16:20

Realidade aumentada no interior do para-brisas e máquinas de café. Os condutores mostram o que realmente desejam nos carros do futuro.

Depois de um inquérito efetuado a cerca de 100 condutores e entusiastas do mundo automóvel, realizado por uma das maiores empresas de leasing do Reino Unido, foi revelado o que é realmente desejado no automóvel perfeito do futuro.

Como principal prioridade foi interessante verificar que a segurança do condutor e dos passageiros foi um dos pontos mais escolhidos e desejados, tendo surgido propostas tão interessantes como um airbag destinado a proteger todo o habitáculo, bem como os sistemas de comunicação entre veículos, destinados a fornecer informações sobre os locais para onde nos estamos a deslocar e podendo com isso evitar acidentes e outros fatores.

PUB

De todas as respostas a este inquérito, mais de 55 por cento dos inquiridos deram um maior destaque à questão da segurança, que também inclui alguns dos sistemas que já conhecemos dos telefones atuais. Soluções como a leitura de impressões digitais para poder utilizar um veículo ou a monitorização de sinais vitais em tempo real estão entre as mais desejadas pelos condutores.

PUB

Passando da segurança para a utilização mais convencional, o sistema mais desejado a bordo está relacionado com a informação em tempo real ou do sistema de navegação que normalmente temos disponível no monitor central ou na instrumentação, mas no carro do futuro perfeito, esta poderá chegar até nós através de um para-brisas com informações em realidade aumentada, de uma forma mais clara e de simples leitura. Outro dos equipamentos mais desejados a bordo, no entanto, é mesmo a presença de uma máquina de café.

PUB

Neste mesmo inquérito é possível verificar que a escolha de soluções eletrificadas está cada vez mais presente, uma vez que outro dos elementos mais referidos foi a presença de painéis solares no tejadilho dos veículos para ajudar a carregar as baterias. Esta é uma solução que algumas marcas já utilizam, mas que é desejada numa escala superior, com o objetivo de prolongar mais facilmente a autonomia de cada modelo, mesmo durante a viagem.

Foi também verificado que muitas das soluções escolhidas para o carro do futuro já são para ser realizadas em modelos de condução autónoma, enquanto este nos transporta até ao destino e nos deixa ter tempo para ir respondendo a emails, ouvir música e, porque não, ir lendo um livro durante a viagem.

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

Projetar Cidades Inteligentes: Uma necessidade urgente

Vídeo: Baidu revela um carro autónomo futurista com avançada inteligência artificial

British Volt quer revolucionar produção de baterias e começa com incentivos aos funcionários

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT