Vídeo: picanço resulta num capotanço e numa prisão

  • Redação Autoportal
Acidente (reprodução YouTube «Carscoops»)
Acidente (reprodução YouTube «Carscoops»)

Acidente violento numa autoestrada do País de Gales

Um picanço entre dois automobilistas no Reino Unido terminou com um violento acidente. Um deles sofreu um capotanço que destruiu o carro; o condutor que saiu ileso foi preso.

A decisão judicial agora conhecida neste mês de abril respeita a um acidente de 2018 cuja filmagem feita pela Polícia de Gales do Sul é partilhada pelo «Carscoops».

Segundo relata o «Carscoops», o acidente (apanhado por uma «dash cam») aconteceu na autoestrada M4 no País de Gales.

Um Mini Countryman e um Ford Mondeo fazem um picanço atingindo velocidades na ordem dos 160 km/h e as manobras perigosas terminam mal para o carro azul.

O condutor do Mini perde o controlo e vai bater violentamente nos rails iniciando um capotanço de três voltas que termina com o carro destruído e imobilizado no meio da autoestrada.

“Este incidente foi um caso clássino de ‘road rage’ [‘raiva na estrada’ na tradução literal] em que dois motoristas conduziram de forma perigosa, a altas velocidades, ultrapassando, perseguindo-se e piscando as luzes. É mera sorte que ninguém tenha morrido ou ficado ferido de forma grave e as imagens do incidente pela ‘dash cam’ [câmara do tabliê] dão uma mensagem clara sobre as consequências de conduzir de tal forma irresponsável”, comentou uma responsável das autoridades de Gales do Sul.

Ficando com o carro destruído, mas saindo ileso, o condutor do Mini, de 59 anos, como noticia o «Carscoops», recebeu um tipo de pena suspensa que inclui 150 horas de trabalho comunitário entre outras obrigações e ficou inibido de conduzir por 12 meses.

Já o condutor do Ford Mondeo, de 44 anos, não só ficou inibido de guiar por 18 meses como foi mesmo condenado a uma pena de prisão de seis meses.

  • TEMAS:
  • Acidente

  • Picanço

  • Capotanço

Veja mais