Conheça os protótipos que inspiraram a gama SUV da Seat

  • Redação Autoportal
História dos SUV da Seat numa viagem do Marbella ao Tarraco
A origem dos SUV da Seat
A história dos SUV da Seat numa viagem do Marbella ao Tarraco

Ateca, Arona e Tarraco, são os três modelos da gama atual de SUVs a Seat iniciada em 2016. Mas a sua origem é muito anterior. Desde há mais de três décadas, foram vários os concept cars que abriram o caminho para a atual gama SUV da marca.

“Proporções sólidas e desportivas, frente com personalidade atrevida e a atenção ao detalhe, em conjunto com os avanços tecnológicos atuais, são pontos comuns refletidos na gama atual”, assegura Xavier Villanueva, designer de exteriores da Seat.

Mas a história desta gama verdadeiramente na moda começou em com o Marbella Playa Concept, um modelo apresentado em 1991 no Salão de Frankfurt, que era um exercício de estilo atrevido em forma de pick-up, idealizado para se desfrutar do tempo livre e da natureza. Mais alto e com uma grelha diferente da do Marbella, contava com um motor de 40 CV e estilo 4x4. “Destacavam-se as suas cores frescas e jovens, mas também os faróis de nevoeiro redondos colocados à frente”, explica Villanueva.

Em 2000 a Seat fez surgir o Salsa Emoción, um concept car para celebrar o 25.º aniversário do seu Centro Técnico. Um modelo com maior altura ao solo, 310mm em modo off road, que começava a apontar à arquitetura futura dos SUV. “Nele aparecem pela primeira vez as linhas tensas laterais, que evoluiriam no IBX para se tornarem mais próximas dos traços do SEAT Arona”, sublinha o designer. Foi apresentado no Salão de Paris, com um motor de 250 CV que lhe permitiria enfrentar os desafios nos mais diversos terrenos. De facto, a versatilidade dos crossovers atuais já estava presente no Salsa Emoción, que contava com três modos de condução (Off Road, Sport e Street) num sistema denominado 'Multi Driving Concept'.

Em 2007 a Seat revelou o Tribu no Salão de Genebra, um veículo que reuniu, pela primeira vez, todas as características de um SUV: estilo off road, maior altura ao solo e uma forma compacta. Seguindo a esteira do Salsa Emoción, o Tribu dispunha de três modos de condução (Urban, Sport e Freerun) e começava a combinar o caráter urbano com a essência 4x4. “Podemos ver agora no Ateca os arcos das rodas mais quadrados e os gráficos triangulares nos farolins traseiros marcando um estilo que inspirou o Seat Tarraco”, acrescenta Villanueva.

Já em 2011 a marca apresentou em Genebra o IBX, dando continuidade à arquitetura SUV do Tribu mas com linhas mais vincadas. “A frente alta, o habitáculo compacto, a tensão das superfícies e os faróis com um visual assertivo são algumas das características que conseguimos reconhecer agora no Ateca e no Arona”, sublinha Villanueva. Além disso, o IBX também inclui tecnologia vanguardista: iluminação Full LED e um motor híbrido elétrico.

Mais tarde é a vez do 20v20, o último último SUV protótipo da Seat antes do lançamento da primeira unidade de série do Ateca.

O 20v20 fez a sua estreia em Genebra, apresentando um desenho desportivo em estilo coupé com uma vincada personalidade SUV. Mas a sua principal característica estava num atributo atualmente imprescindível nos automóveis: a conectividade. Em destaque, o Personal Drive, um dispositivo tátil em forma de moeda que funcionava como sistema de navegação móvel e como controlo remoto para ativar a climatização do automóvel.

Dois outros protótipos que ajudaram a traçar o caminho dos SUV da marca do Grupo Volkswagen, foram o Altea Freetrack e Leon Cross Sport.

O Altea Freetrack, mostrado pela primeira vez no Salão de Genebra de 2007, representa o culminar dos Multi Driving, enquanto o Leon Cross Sport, apresentado em Frankfurt em 2015, combinava as prestações de um automóvel desportivo compacto com a versatilidade de um todo-o-terreno.

  • TEMAS:
  • Seat

  • SUV

  • Ateca

Veja mais