Versões mais potentes do DS 9 já chegaram ao mercado nacional

  • Redação Autoportal
  • 12 mar, 15:26

O topo de gama da DS Automobiles conta agora com novas versões híbridas de prestações e desempenho melhorados

A elegância do DS 9 serve agora de porta-estandarte para a DS Automobiles. Talvez ainda não seja bem o que a marca mais idealizava no momento da criação de um verdadeiro topo de gama, mas o trabalho que tem feito nas suas criações mais recentes continua a deliciar todos aqueles que são fãs dos detalhes mais belos e do ambiente mais requintado.

A inspiração de Paris traz um nível de sofisticação muito elevado, pleno de requinte, mas também com muita tecnologia. E, agora, as principais novidades desta gama nem sequer são das que podemos admirar e sim das que percebemos mais facilmente se as sentirmos. É que, com o novo DS 9, estão agora disponíveis dois sistemas híbridos plug-in, carregados de experiência adquirida no mundo da competição através da presença da marca no campeonato de Fórmula E.

PUB
DS 9 brilha em Paris como “O número de ouro”
PUB

Os dois sistemas disponíveis usam a já bastante eficiente motorização PureTech de quatro cilindros com 200 cavalos de potência como ponto de partida. Mas, depois, os componentes restantes, acabam por dar lugar a duas filosofias distintas.

PUB

No primeiro caso, a motorização a gasolina é associada a um motor elétrico de 110 cavalos conseguindo uma potência combinada em torno dos 250 cavalos. E por esta razão, esta nova opção acaba mesmo por substituir a anterior versão equipada com o motor a gasolina de 225 cavalos. Este sistema híbrido inclui uma bateria de 15,6 kWh, que lhe permite uma autonomia muito próxima dos 70 quilómetros e médias de consumo ligeiramente acima de um litro para cada 100 quilómetros. O sistema elétrico consegue levar o DS 9 até aos 135 km/h, mas, se usarmos os dois motores, a velocidade máxima anunciada passa para os 240 km/h.

PUB

A segunda opção da gama inclui uma segunda motorização elétrica instalada no eixo posterior, além da que está integrada na caixa de velocidades e do motor de combustão já mencionado. No total, este sistema híbrido consegue uma potência máxima de 360 cavalos, mas também a possibilidade de passar esta mesma potência para as quatro rodas.

Além disso, esta versão inclui ainda outras melhorias destinadas a aprimorar o seu desempenho, tais como as vias ligeiramente mais largas e um sistema de travagem mais potente, com o objetivo de lidar da melhor forma com as melhores prestações do DS 9. Com a ajuda da bateria de 11,9 kWh, consegue uma autonomia em modo elétrico a rondar os 50 quilómetros e médias de consumo abaixo dos dois litros. Por outro lado, também consegue alcançar os 100 km/h em 5,6 segundos e uma velocidade máxima de 250 km/h.

PUB

Com a apresentação da nova gama DS 9 surgem também dois níveis de equipamento (Performance Line + e Rivoli +), com uma diferença de 1.900 euros entre os dois. No caso do DS 9 E-Tense 250, os preços oscilam entre os 62.100 euros e os 64 mil euros. No caso da versão E-Tense 360 4x4, os valores começam nos 74.900 euros e vão até 76.800 euros.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Novo DS 9 brilha no centro de Paris como "O número de ouro"

DS 9 chega ao mercado português: saiba tudo incluindo os preços

DS 3 Crossback com edição limitada inspirada nos telhados de Paris

DSD aposta forte na otimização de sistemas de propulsão elétrica

DS vai ser 100% elétrica em 2024 e lançar modelo com 700 km de autonomia

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS