Mercedes e Subaru chamam 7.000 veículos às oficinas na China

  • Redação Autoportal
Mercedes (Reuters)
Mercedes (Reuters)

A fabricante japonesa Subaru e a Beijing Benz, subsidiária da fabricante alemã Mercedes-Benz em Pequim, pediram para recolher cerca de 7.000 veículos na China devido a alegados problemas nos ‘airbags’, informou a agência de notícias oficial Xinhua.

De acordo com a mesma fonte, 1.925 veículos são da Mercedez-Benz e 5.035 veículos da Subaru vão ser chamados às oficinas para a resolução dos problemas.

Os modelos classe C e GLC, da Mercedes, fabricados entre janeiro e março de 2018, e os modelos Legacy, Outback e Imprezza, da Subaru, fabricados entre janeiro e agosto de 2014, são os veículos visados, segundo a Administração Chinesa de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena, responsável pelo controlo das importações chinesas.

As duas multinacionais já afirmaram que os reparos serão feitos sem nenhum custo para os clientes.

Veja mais