Cupra vai ser uma marca totalmente elétrica em 2030

  • Redação Autoportal
  • 8 set, 13:05
Cupra
Cupra

Born marca etapa fundamental do caminho elétrico da marca já neste ano

A Cupra apontou o ano de 2030 para se tornar uma marca totalmente elétrica com três etapas bem definidas para a concretização deste seu futuro elétrico que passará já neste ano pelo lançamento do Born, cujas primeiras unidades já começaram a ser produzidas.

“Temos a ambição de nos convertermos numa marca totalmente elétrica até 2030. Estamos a lançar o Cupra Born este ano e o Cupra Tavascan chegará em 2024. O Cupra UrbanRebel desafia o convencional acrescentando emoções à nova era elétrica com uma interpretação radical do veículo elétrico urbano da companhia, que chegará em 2025.”

PUB
Conheça o Cupra Born mais a fundo
PUB

O caminho traçado pela fabricante espanhola foi revelado pelo CEO da Cupra, Wayne Griffiths, no Salão de Munique, onde foi apresentado o UrbanRebel como concept de lançamento dos futuros veículos elétricos da marca.

“Lançaremos o veículo elétrico urbano sob a marca CUPRA, uma vez que será a marca focada inicialmente na eletrificação, enquanto a SEAT se concentrará nos híbridos e motores de combustão interna de alta eficiência. Acompanharemos de perto a aceitação dos veículos elétricos pelos clientes e o desenvolvimento da infraestrutura na Europa.”

PUB
UrbanRebel Concept antecipa o futuro elétrico urbano

O papel de “pilar estratégico” que o veículo elétrico urbano terá para a Cupra será apoiado pela Seat com o desenvolvimento das viaturas da “família elétrica urbana”, pela Volkswagen enquanto responsável pela plataforma MEB e pela CARIAD no que respeita ao software.

A meta é produzir mais de 500.000 veículos elétricos por ano em Espanha para diferentes marcas do Grupo a partir de 2025.

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

UrbanRebel Concept antecipa o futuro elétrico urbano da Cupra de forma radical

Cupra Born, o primeiro veículo totalmente elétrico da marca anuncia 540 km de autonomia

Cupra e-Racer vai estrear-se no arranque do Pure ETCR

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS