Crise dos semicondutores coloca fábrica da Bosch em Braga em lay-off

  • 7 mai, 12:51
Centro de Desenvolvimento Bosch em Braga (imagem Bosch)
Centro de Desenvolvimento Bosch em Braga (imagem Bosch)

Redução de atividade está prevista para um mês, mas pode ser prolongada

A escassez no fornecimento de semicondutores que tem afetado a indústria automóvel com um impacto de âmbito mundial volta a ter consequências em concreto no panorama nacional obrigando a Bosch Car Multimedia Portugal a entrar em lay-off a partir de segunda-feira.

Esta medida abrange os colaboradores da área de produção e de áreas de apoio da fábrica da Bosch em Braga, no período de 10 de maio a 9 de junho deste ano, "com uma possível prorrogação", disse a empresa em comunicado, referido pela agência Lusa, informando que o corte salarial será de 15% e que "os colaboradores foram informados atempadamente".

PUB

"Procurando minorar o impacto desta medida na vida dos colaboradores e suas famílias, a Bosch irá garantir a retribuição de 85% do rendimento ilíquido mensal aos colaboradores afetados, indo além dos dois terços previstos na lei."

A Bosch Car Multimedia Portugal sublinha que "tem sido fortemente afetada pela escassez mundial de fornecimento de componentes eletrónicos, nomeadamente semicondutores, que se tem agravado no segundo trimestre de 2021" e que "tem provocado várias paragens de produção".

PUB

O agravamento da situação "terá como consequência paragens prolongadas de produção”, mas a Bosch Car Multimedia Portugal revela já ter “novos produtos e tecnologias planeadas para serem lançadas” reforçando as “expetativas de crescimento e sustentabilidade para os próximos anos".

A unidade da Bosch em Braga pertence à divisão Automotive Electronics sendo a maior do Grupo em Portugal.

A crise mundial de fornecimento de semicondutores já teve outros impactos no panorama nacional como a interrupção da produção na Volkswagen Autoeuropa de Palmela no passado mês de março.

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

Autoeuropa vai interromper produção por escassez de material

Vendas de automóveis sobem 373,6% em relação a abril de 2020, mas descem 26,6% face a 2019

Dia 1 de maio: A nossa homenagem aos trabalhadores das fábricas automóveis

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS