Bolide é o novo hipercarro da Bugatti: dos 0 aos 500 km/h em 20.16s | AUTOPORTAL
PUB

Bolide é o novo hipercarro da Bugatti: dos 0 aos 500 km/h em 20.16s

  • Redação Autoportal
Um carro para pista ultraleve com 670 gramas de peso por cv de potência

A Bugatti revelou nesta quarta-feira o Bolide, o seu novo conceito de hipercarro destinado às pistas com um desempenho assombroso, como é a aceleração dos 0 aos 500 km/h em 20.16 segundos, e uma engenharia aerodinâmica que impõe apenas 670 gramas de peso por cada cavalo de potência.

O conceito surgiu da pergunta «E se?..», como revelou o presidente da Bugatti, Stephan Winkelmann. De forma mais explícita: e se a Bugatti conseguisse “libertar completamente o poder” do seu motor W16 e “reduzir o peso ao mínimo”; qual seria a relação peso/potência e o desempenho do carro? A resposta à questão do desenvolvimento deste “novo conceito” de um carro “radicalmente leve” para máxima pressão aerodinâmica tendo por base o icónico motor de 8.0 litros de produção é dada com o Bolide.

O hipercarro de pista ‘resume-se’ a si próprio como um corpo com “quatro rodas, motor, caixa de velocidades, volante e, como único luxo, dois lugares”. E é a partir desde corpo de apenas 1.240 kg de peso com 1.850 cv cumprindo as normas de segurança da FIA que se chega a níveis de desenvolvimento com uma relação peso/potência de 0,67 kg e de performances acima dos 500 km/h.

No caso concreto do motor, a Bugatti exponenciou o 8.0 litros W16 com 1.850 cv de potência e 1.850 Nm de binário com evoluções nos sistemas entradas de ar e de escape, com quatro novos turbocompressores ou um novo sistema de arrefecimento a ar. O corpo é exclusivamente composto de materiais ultraleves, privilegiando a fibra de carbono no inteiramente novo monocoque, na frente ou no fundo promovendo a aerodinâmica e garantindo a resistência com outros compostos como o aço inoxidável ou o titânio.

Destinado às pistas com inspiração nos carros de competição, o Bolide de apenas 995 mm de altura (a mesma do clássico Bugatti Type 35 – e menos 22 mm do que o Chiron) recorre desde os sistemas de travagem da Fórmula 1 (bem como as condutas de passagem do ar) às asas e flaps dos protótipos de Le Mans gerando uma pressão aerodinâmica de 2.600 kg a 320 km/h – com destaque para a entrada de ar no tejadilho que, a baixa velocidade, tem uma superfície plana, mas que, com o aumento da velocidade ganha ‘bolhas’ que melhoram a circulação do ar e diminuem o arrasto.

Com pneus slick para colar ao asfalto todos estes argumentos, o Bugatti Bolide cumpre uma volta ao circuito de Le Mans em 3m07.1s (menos 7 segundos do que um LMP) e faz o Nordschleife em 5m23.1s. Os números pessoais com que apresenta a sua performance são estes:

0-100 km/h: 2.7 segundos

0-200 km/h: 4.36 segundos

0-300 km/h: 7.37 segundos

0-400 km/h: 12.08 segundos

0-500 km/h: 20.16 segundos

0-400-0 km/h: 24.64 segundos

0-500-0 km/h: 33.62 segundos

Veja o vídeo de apresentação do Bugatti Bolide:

  • TEMAS:
  • Bugatti

  • Bolide

  • Hipercarro

Veja mais