Carregamento elétrico por wireless em teste nos EUA

  • Redação Autoportal
  • 27 jul, 19:25
INDOT/UP
Carregamento de veículos elétricos na autoestrada via "wireless"
Carregamento de veículos elétricos na autoestrada via "wireless"

Um projeto no estado de Indiana, nos EUA, está a testar a possibilidade de eletrificar as autoestradas para carregamento de carros elétricos

Já imaginou ir a conduzir descontraidamente o seu veículo elétrico na autoestrada e, por baixo das infraestruturas de alcatrão e cimento estar um sistema de carregamento do seu veículo por indução ou wireless?

Um destes projetos foi recentemente revelado pelo Departamento de Transportes do Indiana (INDOT) e pela Universidade de Purdue que, em conjunto, estão a desenvolver uma forma de integrar um sistema de carregamento “wireless” nas autoestradas do estado norte-americano.

PUB

O revestimento especial que iria permitir este carregamento é designado por “magment” e está a ser desenvolvido em colaboração com a empresa alemã Magment, que já tem soluções por indução, mas aplicadas em pequenas áreas.

O "magment" consiste num cimento misturado com partículas magnéticas recicladas e, de acordo com as informações publicadas poderá garantir uma “eficiência recorde de carregamento da ordem dos 95%”, o que irá proporcionar a possibilidade de realizar qualquer viagem sem preocupação com o carregamento elétrico.

PUB

De acordo com as informações do INDOT este programa poderá vir a ser testado já muito em breve. Numa primeira fase a Universidade de Purdue irá colaborar com as autoridades rodoviárias no sentido de iniciar os testes de pavimento, análise e pesquisa para melhor otimização do processo.

Numa segunda fase o INDOT irá construir 400 metros numa determinada extensão de autoestrada no Indiana, para testar o carregamento por indução, em particular de veículos pesados elétricos, operando com potências de 200 kW ou superior.

PUB

Este projeto junta-se a outros já em teste em alguns pontos dos EUA e tem como objetivo encontrar uma forma de tornar mais acessível os carregamentos em especial a veículos que necessitam, profissionalmente de percorrer longas distâncias.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Brisa já tem os primeiros postos de carregamento ultrarrápido em autoestrada

Acciona reutiliza baterias de carros elétricos e liga unidade de armazenamento de energia

Cepsa vai instalar postos de carregamento da IONITY em Portugal

Mobilidade sem limites: descubra um carregador elétrico portátil

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS