Continental corta produção de componentes automóveis devido à falta de chips

  • Redação Autoportal
  • 23 ago, 12:00
Reuters
Continental
Continental

Empresa alemã reviu em baixa as previsões de crescimento da sua área tecnológica para o mercado de veículos ligeiros e comerciais

A crise no fornecimento de chips está a afetar a indústria automóvel de uma forma global e fornecedores como a Continental são naturalmente afetados. Tal leva a inevitáveis ajustes nas previsões de crescimento para o corrente ano, seja ao nível do volume de produção ou dos resultados operacionais.

A empresa alemã não está imune à “crise dos chips”, o que a fez rever em baixa as previsões para o ano de 2021, no que diz respeito ao fornecimento se soluções tecnológicas para o mercado de veículos ligeiros e pequenos comerciais.

PUB

Ao nível da produção era expectável um crescimento entre os 9% a 12%, mas tal não deve ir além dos 8% a 10%. Quanto às vendas anuais, a Continental aponta agora para uns mais conservadores 16,5 mil milhões de euros, contrariamente aos 17 mil milhões projetados no início do ano.

De acordo com Reuters, os responsáveis da Continental indicam que a crise no fornecimento de chips está a colocar graves entraves ao crescimento das empresas, situação que se deverá verificar até ao final do ano. Relativamente aos números do segundo trimestre, o fornecedor de pneus e tecnologia automóvel revelou que as vendas se situaram nos 9,9 mil milhões de euros, correspondendo a um resultado antes de juros e impostos (EBIT) de 711 milhões de euros, ainda assim nada comparável com o prejuízo de 635 milhões de euros registado no mesmo trimestre do ano passado.

PUB

Agrupando todas as suas áreas de atividade, a Continental estima, ainda assim, um crescimento para 2021, com as receitas a situarem-se nos 33,5 mil milhões de euros, ou seja, mil milhões acima do que projetava no início do ano. A margem EBIT deverá ficar nos 6,5%.

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

Crise dos semicondutores: Volvo interrompe produção na Suécia por falta de chips

Quebra de produção na Infineon Technologies agrava crise dos chips

Elon Musk culpa fabricantes de chips por atrasos na produção dos Tesla

Intel alerta que a falta de chips que afeta a produção automóvel pode durar vários anos

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS