Renault apresenta o novo Twingo Z.E. que chega no final do ano

  • Virgílio Machado
  • 24 fev 2020, 08:01

Estreia mundial do novo Twingo elétrico está marcada para Genebra

A Renault revelou agora o novo Twingo Z.E. 2020, versão puramente elétrica do pequeno modelo urbano, que terá sua apresentação mundial no Salão de Genebra na próxima semana.

Inicialmente a marca francesa pretendia lançar a versão elétrica do Twingo junto com a nova geração do modelo em 2022, mas a verdade é que decidiu antecipar a sua apresentação e incorporar uma versão elétrica ao conhecido modelo.

Para dar a conhecer a versão zero emissões do seu citadino, a Renault chamou a Paris os jornalistas que desta forma tiveram oportunidade de conhecer antecipadamente o modelo que vai estar em destaque no Salão Automóvel de Genebra.

Desde o lançamento da primeira geração do Twingo em 1992, a Renault sobe reinventar constantemente este modelo, de acordo com as tendências e as necessidades dos seus utilizadores.

Assim e após três gerações e cerca de quatro milhões de veículos vendidos em 25 países, o Twingo chega agora numa versão totalmente elétrica.

A Renault aproveitou todo o seu conhecimento na produção de pequenos citadinos para desenvolver um carro elétrico totalmente vocacionado para as necessidades dos condutores destes pequenos veículos.

Tendo como base a plataforma da Renault para veículos elétricos, o Twingo Z.E. não apresenta um design muito diferente dos modelos térmicos, mas a Renault aprimorou este modelo com recurso a vários detalhes em azul que identificam que estamos perante um veículo elétrico.

Entre os detalhes o destaque vai para a grelha que surge com um tom de azul, tal como uma linha que percorre todo o comprimento do carro e as jantes que contam com um circulo azul que permite destacar o logo da Renault.

Para além disso, outro dos atributos deste elétrico da Renault é o seu ângulo da viragem das rodas dianteiras de 45º, bem como o raio de viragem de 4,30 metros, o que lhe permite fazer manobras nas ruas mais estreitas das cidades.

No interior o Twingo Z.E. beneficia de uma nova e mais funcional consola central, com um porta-objetos integrado, perfeito para transportar copos, garrafas, ou um smartphone colocado em posição vertical e oferece várias opções de personalização, que permitem definir a cor da faixa do tablier, saídas de ar ou da caixa de velocidades.

Já na área da  conectividade o novo Twingo Z.E. conta com o sistema  Easy Connect que permite que através da aplicação My Renault, instalada num smartphone, o condutor possa gerir os vários parâmetros do carro, bem como localizar carregadores ou planear uma viagem. Este sistema tem por base um ecrã táctil de sete polegadas e é compatível com o Android Auto e o Apple Car Play.

O caráter elétrico deste novo modelo é destacado ainda pela tração traseira elétrica e os diferentes modos de condução,que tornam este elétrico ainda mais divertido e agradável de conduzir.

O Twingo Z.E conta com uma bateria de iões de lítio 22 kWh refrigerada a líquido, que segundo a Renault permitirá uma uma maior longevidade porque garante uma temperatura de funcionamento mais estável em condições de utilização mais exigentes.

Esta bateria foi desenvolvida em parceria com a LG Che e alimenta o motor elétrico com 82 cv (60 kW) e 160 Nm, que permite ao Twingo alcançar uma velocidade máxima de 135 km/h e acelerar dos 0 aos 60 km/h em 4,2 segundos.

Este novo bloco elétrico, que a Renault denomina de R80 é produzido na fábrica de Cleon nos arredores de Paris é muito semelhante ao que podemos encontrar no Zoe, diferenciando-se pelo recurso a três modos de regeneração, que atuam na intensidade de recuperação de energia, através das fases de travagem ou desaceleração da viatura.

A Renault deixou claro que a nova bateria do Twingo Z.E. permite percorrer a cidade durante uma semana inteira, com uma única carga, tendo em conta que a deslocação média dos utilizadores destes modelos citadinos é de 30 km diários.

Esta bateria permite ao novo Twingo Z.E. uma autonomia de 250 quilómetros em cidade e 180 km no ciclo WLTP misto, enquanto o carregador Camaleão, desenvolvido para o Zoe, permite a versatilidade de carga com corrente alternada (AC) em casa e com uma wallbox de 7 kW ou nos postos públicos com potências de carregamento de 2,4 aos 22 kW.

Beneficiando do carregador Camaleão a Twingo Z.E pode recuperar cerca de 80 km em apenas meia hora.

Esta tecnologia permite adaptar-se à energia disponível em cada estação de carregamento e fazer pleno uso das instalações de carregamento existentes, especialmente nas cidades.

O Twingo Z.E. beneficia ainda de um modo 'Eco', que é ativado pressionando um botão instalado na consola central, que permite uma autonomia de de 215 quilómetros em viagens mistas, limitando a aceleração e a velocidade máxima em vias rápidas ou nas auto-estradas.

A versão elétrica do bem-sucedido urbano da marca francesa vai ser apresentada já em Genebra e vai chegar ao mercado no final do ano.

Recorde-se que o Twingo Z.E. é um de dois elétricos que a Renault pretende lançar até ao final de 2020. O objetivo da marca francesa é lançar oito modelos eletrificados até 2023.

RELACIONADOS

Renault prossegue ofensiva elétrica com revelação do Morphoz

Novo Renault Twingo chegou ao mercado nacional e já tem preços

Novo Renault Twingo está mais divertido e sofisticado

Zoe começa 2020 na frente do campeonato dos elétricos

COMPUTADOR DE BORDO

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

Largue o telemóvel: conheça as alterações ao Código da Estrada

VEJA MAIS

MAIS LIDAS