Spin junta-se à Google para simplificar as deslocações diárias

  • Redação Autoportal
  • 4 out, 10:00
Spin junta-se à Google
Spin junta-se à Google

Os utilizadores do Google Maps poderão em breve adicionar as e-scooters ou e-bikes da Spin ao planeamento do seu trajeto.

A Spin é a empresa de micro mobilidade da Ford Motor Company, que tem vindo a desenvolver uma rede de transporte partilhado em cidades ou universidades, usando motos e scooters elétricas. Mais recentemente, tem também apostado na utilização de e-scooters e e-bikes, sendo que o seu projeto mais recente está na parceria com a Google e com a sua inclusão nos mapas deste gigante americano.

Em breve, sempre que estiver a planear uma viagem usando os mapas do Google, além do automóvel, dos transportes públicos e dos próprios pés, poderá também planear a sua rota com a opção da frota da Spin, que poderá ser uma ajuda preciosa em algumas situações.

PUB

Na aplicação, será possível verificar em tempo real onde anda o veículo que vai desejar usar e calcular ao minuto o tempo que vai demorar até chegar junto deste. E enquanto caminha, pode ir verificando como está a carga da bateria e qual o tempo previsto para chegar ao destino. E finalmente, resta usar aplicação da Spin para efetuar o pagamento, desbloquear o veículo e arrancar.

PUB

Os serviços da Spin já se encontram disponíveis em cerca de 84 cidades, vilas e campus universitários, sendo que nesta última atualização este serviço foi também adicionado a plaformas como a CityMapper, a Moovit, a Transit e a Kölner Verkehrs-Betriebe (KVB).

Em Portugal, já temos a aplicação disponível e mapas bastante completos, sendo já possível até criar uma conta de utilizador, mas ainda falta a frota de veículos para ser utilizada.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Stellantis e Foxconn juntam-se para desenvolver veículos inteligentes

A BMW deu mesmo início a uma nova era. E todos estão convidados

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS