Fim da especulação: Armani e Ferrari não se vão fundir

  • Redação Autoportal
  • 11 jun, 17:05
Reuters/The Economic Times
Ferrari e Armani não se vão fundir
Ferrari e Armani não se vão fundir

Posição oficial da Armani surgiu em comunicado divulgado pela Reuters e põe fim a especulação recente

O jornal italiano Il Sole 24 Ore, especializado em notícias económicas, mencionado fontes ligadas a bancos de investimento, revelou na passada quarta-feira a hipótese da Armani fundir-se com a Ferrari na Exor, uma "holding" de investimentos da família Agnelli.

De acordo com a alegada fonte citada pelo jornal italiano, a Armani, que até agora apenas surgiu como patrocinador oficial dos fatos das equipas de competição da Scuderia Ferrari, tornar-se-ia o segundo maior investidor na equipa Ferrari de Fórmula 1.

PUB

A imprensa italiana chegou a citar um memorando, a que alegadamente teriam tido acesso, que dizia que a Armani e a Exor já tinham o plano delineado.

A Armani equipa a Scuderia Ferrari e é presença nos eventos da marca

A estória, no entanto, não será inteiramente nova, porque numa entrevista recente de Giorgio Armani, fundador do gigante da costura, à revista Vogue, o designer disse que veria com bons olhos a possibilidade de juntar forças a outro parceiro italiano (sem mencionar quaisquer nomes ou áreas de atuação), mas sublinhou que o Grupo Armani se iria manter independente.

PUB

Mas ontem quem poderia estar à espera de alimentar a especulação viu tudo terminar com as declarações de um alto responsável de comunicação da Armani à Reuters, reafirmando que não foi apresentado qualquer projeto desse tipo à empresa de alta-costura e sublinhou que o Grupo Armani não terá qualquer interesse numa operação deste tipo.

De acordo com o The Economic Times (TET), a Exor tem adquirido posições de relevo em empresas como a Christian Louboutin (sapatos de luxo) e a chinesa Shang Xia (fundada em parceria com a casa francesa Hermes), o que permite a alguns analistas financeiros de Milão, descartarem por completo a fusão entre a Ferrari e a Armani, mas não descurarem o crescente interesse da Exor nas marcas de luxo de alta costura.

PUB

Até ao momento não é conhecida qualquer posição ou comunicado oficial da Ferrari ou do Grupo Exor sobre esta estória.

 

Continuar a ler

RELACIONADOS

Ferrari Daytona de 1972 que pertenceu a Elton John vai a leilão por mais de meio milhão de euros

Ferrari 250 Europa GT de 1955 guardado em celeiro alcançou 1,83 milhões de euros (notícia atualizada)

Ferrari recebeu Cristiano Ronaldo em Maranello como "um cliente muito especial"

COMPUTADOR DE BORDO

Governo irá reduzir 50% do valor das portagens nas ex-SCUT em 1 de julho

Desconfinamento: 10 Dicas para o seu carro

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

VEJA MAIS

MAIS LIDAS