Ensaio Mercedes GLA: qualidades em série para início de condução | AUTOPORTAL
PUB

Ensaio Mercedes GLA: qualidades em série para início de condução

Testámos o novo SUV compacto da Mercedes-Benz

O novo Mercedes GLA faz a entrada nos modelos da marca alemã de duas formas: integra a gama mais baixa e é o SUV mais pequeno. Ao volante do GLA 200 d confirma-se como os pergaminhos de uma marca ‘premium’ não ficam por cumprir logo de início; pelo contrário: a Mercedes oferece desde logo no seu SUV compacto uma série de qualidades da marca sendo preciso embirrar para poder franzir o nariz.

O novo GLA atrai no design exterior de ar (mais) desportivo e mostra-se muito completo no que oferece, especialmente quando se entra. Bem espaçoso para todos os ocupantes, e também para bagagem (425 litros de capacidade de carga), o acolhimento interior faz-se com uma elegância marcada a grafite ou a alumínio por entre uma seleção vasta de materiais que têm uma suavidade de grande qualidade nas zonas de apoio.

Integrado neste conjunto está o excelente volante em D, com todos os comandos essenciais à mão por botões físicos e táteis. Convém, entretanto, ressalvar que o Mercedes GLA 200 d tem um preço base de 47.600 euros e esta versão ensaiada passa os 60.300 euros.

Com extras como o teto panorâmico em vidro, a linha AMG (incluindo portão traseiro elétrico ou os faróis LED ‘High Performance’) e o ‘pack premium’ (com uma série de luxos que vão do sistema de som, aos ecrãs táteis de 10,25’’ passando pelo aquecimento dos bancos e pela iluminação ambiente), está a falar-se de quase 8.500 euros.

As opções para comandar as funções de informação, entretenimento e condução – também presentes na consola com uma almofada tátil e vários atalhos – são várias e poder desfrutar do novo sistema MBUX nos ecrãs maiores (de série são de 7’’) é um regalo que exponencia a atraente solução de unir painel de instrumentos e infoentretenimento no mesmo prolongamento panorâmico.

O sistema operativo é também ele muito completo quer nas informações do veículo, quer nas configurações de estilos, passando pela excelente navegação e com reforço pelos comandos de voz que permitem controlar desde a climatização à escolha das estações de rádio.

Os elogios deste SUV compacto que às vezes nos faz sentir como estando num GLC mais pequeno têm validação confirmada quando o conforto do equipamento tem correspondente em paralelo no conforto da condução – com três programas definidos (Eco, Comfort e Sport) e um personalizável.

O motor 2,0 litros diesel de 4 cilindros com 150 cv de potência e 320 Nm de binário satisfará qualquer uso diário de âmbito mais curto – sendo facílimo de estacionar sem ‘ajudas’ – ou as viagens mais longas em ambiente familiar. A condução do Mercedes GLA é muito fácil, acolchoada por excelentes apoios do banco, com uma direção cuja precisão tem correspondente na estabilidade que não desvia 1 cm a curvar...

Com boa resposta na aceleração e com recuperações a condizer, a suavidade da caixa automática de 8 velocidades junta-se a esta facilidade de condução que permite deixar a estrada e entrar á vontade na terra batida, tendo presente que se guia um veículo de tração dianteira com 143 mm de altura até ao solo.

Em asfalto, fizemos com este Mercedes GLA 200 d com pneus 235/50 R19 consumos em regime urbano (em Eco) que variaram entre os 5,7 l/100 km ou os 6/100 km dependendo da hora do dia e, claro, do respetivo trânsito. Também em estrada (Comfort) variámos entre consumos de 4,6 l ou 5,2 pelas mesmas razões do trânsito quando nos obriga a rodar mais lento. Em autoestrada (Sport), rodámos numa constância maior em médias de 5,5 /100 km.

Espaçoso, de excelente dinâmica de condução, razoavelmente poupado e muito confortável, este Mercedes GLA d oferece-nos ainda uma vista de semáforo muito útil na rodagem urbana, a juntar aos assistentes como o de travagem ou o de atenção do condutor.

Já dissemos também que para embirrar é preciso esmiuçar e, de facto, já usufruímos de mais esclarecidos reconhecimentos de sinalização ou de mais categóricos assistentes de manutenção na faixa. Para além disto, recordamos os euros precisos para ter este GLA como potenciais inibidores desta escolha, mas há algumas coisas que têm um certo preço.

  • TEMAS:
  • Mercedes

  • GLA 200 d

  • Ensaio

Veja mais