Opel Manta está de volta em modo 100% elétrico e com transmissão manual

  • Redação Autoportal
  • 25 mai, 12:00

O estilo desportivo de 1970 mantém-se, a tecnologia é a do presente com a sustentabilidade na bagagem

O Opel Manta está de volta unindo tradição e vanguardismo numa versão única que faz renascer para o séc. XXI em modo 100% elétrico o lendário modelo que a marca alemã lançou há cinco décadas.

O novo Opel Manta GSe ElektroMOD será a versão mais potente que este modelo alguma vez teve, por via do seu coração exclusivamente elétrico, mas este pulsar do presente sustentável conta com uma transmissão manual à semelhança do que acontecia no passado; da mesma forma que as tecnologias mais digitais ganham expressão por entre o design clássico que identifica as linhas do ícone original.

PUB

Em 1974 e 1975, o Manta GT/E com um motor de 4 cilindros era a versão mais potente da primeira geração graças a um motor de 105 cv. Sob o mesmo emblemático capô preto dos desportivos da Opel, o novo GSe – em que o ‘e’ representa a eletrificação – está equipado com um propulsor elétrico com 108 kW (147 cv) de potência e um binário máximo imediato de 255 Nm.

Com a potência transmitida para as rodas traseiras, o Manta elétrico é como um verdadeiro clássico desportivo com um conjunto motor-transmissão inovador e modernizado (de que é exemplo a recuperação de energia nas travagens), pois o condutor tem, igualmente, a opção de utilizar a caixa manual original de quatro relações ou, simplesmente, engrenar a quarta velocidade e sair em modo automático.

PUB

A bateria de iões de lítio de 31 kWh de capacidade do Manta zero emissões permite uma autonomia média de cerca de 200 km e o seu recarregamento é feito através do carregador de bordo de 9.0 kW, monofásico ou trifásico AC – sendo assim possível completar o processo em menos de quatro horas.

PUB

“O Manta GSe demonstra, de uma forma notável, o entusiasmo com que construímos automóveis. Combina a enorme tradição Opel com o compromisso atual de uma mobilidade livre de emissões para um futuro mais sustentável e entusiasmante.“ - Michael Lohscheller, CEO da Opel

Se o Manta dos anos 1970 foi o inspirador para a nova identidade da marca lançada com o Opel Vizor já distintivo das mais recentes gerações Mokka e Crossland, o ciclo dá agora a volta com a versão GSe ElektroMOD – numa escolha de nome que tem toda a sua explicação aqui.

Visualmente, o Manta elétrico adota a nova identidade da marca a toda a largura da secção dianteira com o Opel Pixel-Vizor cujo display entre faróis comunica com o ambiente mostrando desde mensagens como “Estou numa e-missão zero” até ao deslizar de uma manta sobre a superfície vidrada. Atrás, a designação desta linhagem de carros é feita com o novo tipo de letra da Opel.

PUB
Entre mantas, tubarões, almirantes e cadetes, saiba mais sobre a Paixão Opel pelo mar

O interior do novo GSe integra a mais recente tecnologia digital da marca em lugar dos instrumentos analógicos de formato redondo de há cinco décadas. O condutor dispõe agora do Opel Pure Panel (semelhante ao do novo Mokka) com dois ecrãs integrados de 12 e 10 polegadas para ele orientados.

A transição do passado para o presente reflete-se no conforto dos bancos escolhios para o novo Opel Manta GSe ElektroMOD, enquanto a tradição se mantém no estilo ‘anos 70’ do volante de três braços com a marca amarela nas ‘12 horas’ a acentuar o ar desportivo que sempre lá esteve…

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

Vídeo: histórico Opel Manta renasce em modo elétrico

Lendário Opel Manta comemora 50 anos

Opel Corsa-e Rally recebe sistema de som para ser audível na estrada

Opel apresenta o carregador universal: o 'canivete suíço' dos veículos elétricos

Ampera: o primeiro elétrico da Opel comemora 10 anos

COMPUTADOR DE BORDO

Governo irá reduzir 50% do valor das portagens nas ex-SCUT em 1 de julho

Desconfinamento: 10 Dicas para o seu carro

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

VEJA MAIS

MAIS LIDAS