Audi explica o processo de criação de novas cores para desportivos

  • Redação Autoportal
  • 26 jan, 12:09

Audi aposta em novas cores para os modelos produzidos na fábrica de Györ, na Hungria, com destaque para os tons mate

O catálogo de cores de cada modelo da Audi está sempre pensado para o tipo de clientes que este poderá ter e a adição de novos tons é tudo menos simples, uma vez que inclui um rigoroso processo de seleção dividido entre a equipa de Color & Trim da Audi Design e a equipa de marketing de cada produto.

Segundo a responsável pelas cores exteriores da equipa de Equipamentos Especiais de Marketing de Produto, “o design continua a ser a principal razão para comprar um Audi”. “E a cor do veículo é extremamente importante, pois é a expressão da personalidade do condutor”, explica Susan Nolte.

PUB

A adição de novas propostas começa nos estúdios de design da marca existentes em Ingolstadt, Pequim e Malibu e tem por base as tendências das mais variadas áreas. Depois disso, a equipa de marketing de cada gama seleciona os tons que melhor se adaptam a cada modelo ficando a faltar apenas a escolha do nome mais apropriado para cada tonalidade. No caso da Audi, estes são normalmente inspirados no mundo da geografia e na flora e fauna havendo ainda a presença de nomes de alguns circuitos no caso das cores dos modelos mais desportivos.

PUB
Audi skysphere concept é um elétrico autónomo que muda de forma

E é justamente nestas gamas que a marca alemã conta com algumas novidades, especialmente destinadas aos modelos produzidos na fábrica de Györ, na Hungria: ou seja, todas as versões do Audi TT, mas também do Q3 incluindo as mais desportivas com a designação RS.

Entre as principais novidades, está a adoção de novos tons mate para estes modelos, uma vez que esta solução tem sido bastante procurada para diversos dos seus modelos, especialmente os mais desportivos das gamas de topo.

PUB

Para o Audi TT RS, por exemplo, passa agora a estar disponível um Amarelo Python com abamento mate e para o RS Q3 existe agora um Prata Tau, também com o mesmo acabamento. E para as restantes versões destas gamas, a Audi passa também a oferecer os tons mate Cinzento Daytona e Prata Floret, que completam a oferta de cores já existentes com este tipo de acabamento.

Tal como podemos ler no comunicado da Audi, “um acabamento mate destaca a silhueta de um veículo, eleva a um novo patamar o seu design e elegância desportiva e confere ao veículo uma nota extra específica”. Somos obrigados a concordar.

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

Audi presta homenagem ao Circuito de Spa com decorações únicas

Mansory transforma Audi RS 7 num colosso com 770 cv e 1.000 Nm

Há um novo Audi R8 mais potente logo desde a entrada

Skysphere: o Audi autónomo que muda a distância entre eixos à distância de um botão

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS