McLaren revela os segredos da velocidade do Speedtail

  • Redação Autoportal
  • 2 mai 2020, 21:43

Carro mais veloz de sempre da marca de Woking faz uma distribuição inteligente da energia

O McLaren Speetail é o carro mais rápido de sempre da marca de Woking e, depois vários testes validados a atestarem a velocidade máxima de 403 km/h por mais de 30 vezes, a fabricante britânica decidiu fazer algumas revelações sobre os segredos desta rapidez.

A primeira revelação, de um âmbito mais geral, é a “combinação de atributos” do híper-GT híbrido da McLaren, que passam pela aerodinâmica e pela construção de baixo peso privilegiando a fibra de carbono e que têm expoente “fundamental” no “sistema de motorização elétrica criado para corrida”.

PUB

Este sistema, como refere a McLaren “incorpora tecnologia pioneira nas baterias que estabelecem um novo marco na eficiência hibridizada” traduzida não apenas nos 403 km/h de velocidade máxima, mas também num poder de aceleração para fazer apenas 13 segundos dos 0 aos 300 km/h.

O grupo propulsor M840TQ compreende um motor de combustão interna de 4,0 litros V8 e um motor elétrico gerando uma potência conjunta de 1.070 cv e um binário máximo de 1.150 Nm.

PUB

No motor de combustão, a tecnologia usada no McLaren P1 (o primeiro hipercarro híbrido da marca) evoluiu para um novo sistema de entrada de ar de baixo peso, melhor arrefecimento dos cilindros e desenho revisto dos êmbolos – o resultado são 757 cv e 800 Nm.

O motor elétrico recorre a tecnologia da Fórmula E gerando mais de 230 kW (308 cv) “proporcionando ao Speedtail a melhor performance – incluindo arrefecimento e integração – de um motor elétrico atualmente em uso num carro de produção”.

A McLaren assume que a potência de 8,3 kW/kg reflete “o dobro da eficiência de um carro desportivo normal” e frisa que o sistema de armazenamento de energia “é onde o Speedtail inova” recorrendo a uma célula cilíndrica de alta potência disposta num único conjunto “sendo extremamente compacta e entregando a melhor relação peso-potência de qualquer bateria de alta voltagem nos dias de hoje”.

PUB

A marca britânica explica que o design e a integração da bateria “permite ao Speedtail atingir a sua velocidade máxima através de uma distribuição inteligente da energia” conseguindo que as células tenham um rendimento maior e mais duradouro devido ao processo de arrefecimento dielétrico que controla o seu estado térmico.

PUB

O McLaren Speedtail tem um produção limitada a 106 unidades, a um preço de cerca 2 milhões de euros, que já estão reservadas,.

Continuar a ler

RELACIONADOS

McLaren revelou o rápido e potente Speedtail

McLaren Speedtail supera os 400 km/h nos testes de velocidade

Vídeo: McLaren Speedtail defronta caça F-35 em duelo de titãs

McLaren reforça compromisso para a redução de peso dos seus modelos

McLaren já tem data para o hipercarro eletrificado sucessor do P1

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS