Abram alas à lenda: esta é a nova Suzuki Hayabusa

  • Redação Autoportal
  • 5 fev, 12:52

Hipermoto da marca japonesa chega à terceira geração em 2021

Está revelada a nova Suzuki GSX1300R Hayabusa. A marca japonesa apresentou nesta sexta-feira a terceira geração da sua já lendária hipermoto renovada para 2021 em mais de 550 componentes.

A nova Hayabusa mantém-se fiel ao estilo das suas antecessoras (de 1999 e de 2008), mas evoluiu para linhas mais agressivas da sua silhueta aerodinâmica, ao mesmo tempo que apresenta uma revisão do chassi, com um novo subquadro, e novos travões e suspensão.

O novo design trabalhou para deixar a Hayabusa reconhecível na sua essência, mas com linhas mais rasgadas por arestas que vão dos novos espelhos ao banco passando por luzes LED verticais alojadas entre as entradas de ar angulares à frente numa tecnologia luminosa também oferecida atrás.

Esta manutenção da substância – de um design próprio evoluído para melhor aerodinâmica e arrefecimento do motor – com a renovação tecnológica está bem visível na inclusão do novo ecrã TFT-LCD a cores para fornecer variada informação colocado entre os dois tradicionais (mas também redesenhados) conta-rotações e conta-quilómetros analógicos.

O chassi foi revisto apenas no essencial para não desvirtuar a combinação entre alta velocidade e estabilidade que fazem a essência da Hayabusa mantendo o quadro de alumínio com reforço de algumas secções e reduzindo o peso em 700 g com o novo subquadro.

A suspensão e o sistema de travagem também foram alvo de evoluções para melhorar a estabilidade, a aderência e a segurança, bem como a ergonomia para mais conforto, de que é exemplo a redução em 12 mm para o guiador

O motor da nova GSX1300R partiu da base existente para também ser revisto de forma substancial em vários dos seus componentes com vista a melhorar o desempenho nos regimes mais baixos e médios tornando este o ‘Falcão Peregrino’ (‘Hayabusa’) mais rápido desta história da Suzuki.

Com 1.340 cc, o novo motor de 4 cilindros em linha aliado à nova eletrónica – como o acelerador ‘ride-by-wire’ – preenche vazios detetados nos regimes baixos dispondo de um binário mais imediato que faz esta terceira geração – com velocidade eletronicamente limitada aos 299 km/ – mais rápida do que as antecessoras no arranque.

A eletrónica em destaque – aproveitando a tecnologia da Suzuki GSX-R1000R campeã do mundo de MotoGP – inclui desde a renovação do ABS ao ‘quickshifter’ bidirecional (sistema que faz dispensar a embraiagem) passando pelos controlos de tração e de travagem do motor, aos ‘cruise’ e ‘launch control’ ou pelos programas de potência e de condução (incluindo prevenção de levantamento da roda dianteira) também personalizáveis.

A nova Suzuki Hayabusa chega em março ao Reino Unido com um preço de 16.500 libras (cerca de 18.800 euros).

RELACIONADOS

Suzuki anuncia o regresso da Hayabusa e já tem data para a apresentação

COMPUTADOR DE BORDO

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

VEJA MAIS

MAIS LIDAS