Modelo raro da Holden estará disponível em leilão no mês de março

  • Redação Autoportal
  • 16 jan, 11:00

É um dos 150 Holden Torana GTR XU1-Bathurst construídos no final dos anos 70 e talvez o único que anda pelo hemisfério norte

Em março deste ano vai-se realizar mais um dos leilões da Classic Car Auctions e este é um dos modelos que já está confirmado. Trata-se de um raro Holden Torana GTR XU1-Bathurst de 1979 do qual foram construídas apenas 150 unidades com o objetivo de obter a homologação para os modelos de competição – como aquele com que Peter Brook conquistou a vitória em nove edições da prova de resistência de Bathurst, na Austrália.

Segundo as informações disponíveis, esta é bem capaz de ser a única unidade deste modelo a habitar no hemisfério norte do planeta, uma vez que se encontra no Reino Unido pertencendo ao atual proprietário há quase três décadas.

PUB

O número do motor de cada uma destas 150 unidades de homologação está inscrito nos manuais de assistência, de forma que os técnicos da marca pudessem efetuar a sua manutenção de acordo com os requisitos específicos de cada um deles.

O preço previsto para esta venda situa-se entre as 45 mil e as 55 mil libras Entre cerca de 54 mil e 66 mil euros), ainda que a última unidade vendida em leilão, totalmente restaurada, tenha alcançado as 160 mil libras. Esta unidade especifica precisará de um pouco de carinho por parte do seu futuro proprietário, mas uma das coisas que permanece original é o tom rosa da carroçaria (Strike Me Pink). Além disso, estão também disponíveis todos os livros originais desta unidade.

PUB

Este Holden Torana GTR XU1-Bathurst de 1979 fará parte de um catálogo de modelos muito generoso, que marcará o regresso dos leilões da Classic Car Auctions, depois de uma pausa de três anos. A licitação poderá ser no local, por telefone ou online.

PUB
Continuar a ler

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS