BMW aposta na pilha de combustível a hidrogénio e arranca com o X5

  • Redação Autoportal
  • 31 mar 2020, 01:25
Klaus Fröhlich com o BMW i Hydrogen Next (reprodução site BMW)
Klaus Fröhlich com o BMW i Hydrogen Next (reprodução site BMW)

Marca alemã quer ter quatro pilares nas motorizações da gama

A BMW vai apostar na tecnologia de pilha de combustível (‘fuel cell’) a hidrogénio e o arranque da produção está pensada para o X5. Daqui a uns anos...

Mas a convicção da marca alemã é mesmo a de que de que várias motorizações continuarão a ‘coabitar’ no futuro, como assume Klaus Fröhlich, membro do conselho de administração da BMW AG com responsabilidade na investigação e desenvolvimento.

PUB

“A tecnologia de pilha de combustível a hidrogénio pode de forma bastante viável tornar-se o quarto pilar do nosso portfólio de motorizações no longo prazo. Os modelos do segmento de topo na nossa extremamente popular família X seriam candidatos particularmente adequados.”

Desde 2013 que o Grupo BMW tem vindo a trabalhar em parcerias de várias áreas com a Toyota Motor Corporation e os alemães garantem que esse trabalho vai ser aprofundado na tecnologia ‘fuell cell’. Mas ainda vai demorar antes de entrar em produção.

A moldura exigida pela BMW é a de que o hidrogénio seja “em quantidade suficiente a preços competitivos utilizando eletricidade verde”. Por enquanto, a casa bávara vai trabalhando na diminuição dos custos da motorização.

PUB

As intenções ganham corpo atualmente com o BMW i Hydrogen Next cujo sistema de pilha de combustível a hidrogenio gera 125 kW (170 cv) emitindo apenas vapor de água. O protótipo acomoda dois depósitos de 700 bar que comportam 6 kg de hidrogénio em conjunto, que são recarregados durante três ou quatro minutos.

A unidade eDrive de quinta geração (o novo motor elétrico da BMW) que vai fazer a estreia no iX3 também integra o i Hydrogen Next com a bateria a fornecer uma dinâmica suplementar nas acelerações ou ultrapassagens e sendo a potência total de 275 kW (374 cv).

PUB

A motorização elétrica a pilha de combustível a hidrogénio terá por base orientadora o atual X5, que o Grupo BMW planeia apresentar em 2022 numa série limitada. Mas os primeiros carros de produção para clientes estão estimados, na melhor das hipóteses, para a segunda metade desta década.

Continuar a ler

RELACIONADOS

BMW Série 7 vai ter quatro motorizações onde estará a 100% elétrica

3T for BMW: para dar ao pedal com estilo

BMW i8 já tem o final de produção marcado

BMW apresenta o i4 Concept: o futuro elétrico que chega em 2021

BMW passa Série 3 de uma para quatro opções híbridas plug-in

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS