Bosch lidera projeto de interação entre sistemas e software em automóveis

  • Redação Autoportal
  • 7 jan, 10:42

Mais de uma dezena de entidades estão envolvidas em programa para definir as bases de uma nova metodologia de desenvolvimento de software para veículos

Estabelecer regras e processos que possam assegurar a interação harmoniosa e segura entre os vários componentes eletrónicos e sistemas presentes em automóveis: é este o objetivo de um projeto liderado pela Bosch, designado “Software-Defined Car”, no qual participam mais de uma dezena de entidades e que conta com um financiamento de cerca de 43 milhões de euros por parte Ministério Federal Alemão para Assuntos Económicos e Energia.

Alguns veículos já apresentam mais de 100 unidades de controlo e, na opinião dos responsáveis da Bosch, a complexidade dos sistemas eletrónicos e respetiva arquitetura irá aumentar no futuro. Daí que a empresa alemã considere que é crucial garantir a interação coordenada entre todos esses sistemas, por forma a que novas funções, dentro e ao redor do veículo, sejam desenvolvidas mais rapidamente no futuro e cheguem aos condutores com segurança, ao longo de todo o ciclo de vida do veículo.

PUB

“O projeto Software-Defined Car assumiu a tarefa de mapear a ‘selva’ de tecnologias que existe no automóvel. O nosso objetivo é trazer a ordem fundamental para os processos de criação e manutenção de software, por meio de modernas cadeias de ferramentas de desenvolvimento entre empresas”, explicou o líder do projeto, Andreas Westendorf.

PUB

O programa engloba também o desenvolvimento de um gémeo digital alargado, ou seja, uma imagem virtual dos dados de desenvolvimento do veículo. O objetivo passa por garantir um fluxo de informações único e ininterrupto de dados e versões de software em todos os bancos e servidores, o que irá facilitar e acelerar a implementação de software e novas funções e serviços em automóveis.

PUB

Para além da Bosch, estão envolvidas no projeto as entidades BooleWorks, Mercedes-Benz, P3 digital services, T-Systems International, Vector Informatik e ZF Friedrichshafen, bem como a Universidade de Estugarda e o Instituto de Pesquisa de Engenharia Automóvel e Motores de Veículos de Estugarda, entre outras.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Bosch reforça aposta no hidrogénio com novos produtos para armazenamento

A Bosch anunciou a abertura de uma unidade de produção de chips e sensores na Alemanha

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS