Bugatti de 11 milhões só será entregue daqui a dois anos

  • Redação Autoportal
Bugatti La Voiture Noire (Reuters)
Bugatti La Voiture Noire (Reuters)
Casa francesa fez várias revelações sobre o La Voiture Noire que esteve no Salão de Genebra

O Bugatti La Voiture Noire foi a estrela primeira – e talvez a mais cintilante – a surgir no Salão de Genebra deste mês, quer pela sua exclusividade de um exemplar único com o preço anunciado de 11 milhões de euros (antes de impostos) e, claro está, por tudo o que significa este carro: a obra de arte do design da casa francesa homenageando o Bugatti Type 57 SC Atlantic com a tecnologia do presente no famoso bloco de 8.0 litros W16 quadriturbo com 1.500 cv de potência e 1.600 de binário.

Novas revelações foram surgindo, entretanto, sobre este Bugatti La Voiture Noire após a sua exibição em Genebra. Não, não foi revelado quem encomendou esta obra-prima dos automóveis – mas ficou a saber-se que este cliente especial só irá desfrutar deste carro especial daqui a um par de anos...

“Não é o carro final. Só começámos a trabalhar no projeto há meio ano. Quando o cliente concordou coma nossa proposta começámos a fabricá-lo. O carro só será entregue entre daqui a dois, dois anos e meio”, revelou o diretor de comunicação da Bugatti ao «Carscoops».

Mas Tim Bravo revelou mais. O La Voiture Noire “em Genebra também não tinha ainda um design do interior” que ficou ‘escondido’ pelo seus vidros negros... E, no final, ficou também a saber-se que esta forma concept sem todos os seus atributos finais ainda não se movia com o W16 de 1.500 cv.

Por enquanto, “o carro novo mais caro de sempre” deslocou-se movido por o motor elétrico – situação comum nestes casos de exibição e que explica o silêncio na sua movimentação para sair, por enquanto, de cena.

  • TEMAS:
  • Bugatti

  • La Voiture Noire

  • Salão Genebra

Veja mais