PUB

BMW muda visual e dá mais potência aos novos M3 Sedan e M4 Coupé

  • Redação Autoportal
BMW M3 Sedan e e M4 Coupé oferecem novo nível de performance
BMW M3 e M4 com novo design e mais músculo
Novos modelos vão chegar ao mercado em 2021

A BMW revelou agora a nova geração dos desportivos M3 Sedan e M4 Coupé, que vão chegar ao mercado em 2021 e surgem com um novo visual, mais potência e com opção de tração integral.

Os dois novos modelos da divisão desportiva M do construtor germânico contam com uma nova grelha sobredimensionada com filamentos horizontais, um capot recortado, asas e saias laterais, um para-choque dianteiro redesenhado com generosas entradas de ar, faróis de formato afilado full-LED de série e quatro ponteiras de escape.

No que toca a dimensões, a BMW fez crescer ligeiramente estes dois novos modelos, como M3 a aumentar em 108 mm de comprimento para os 4.794 mm, enquanto em largura cresceu 26 mm para os 1.903 mm e 8 mm mais em altura para os 1.433 mm.

Ambos os modelos têm uma distância entre eixos de 2857 mm, o que representa um aumento de 45 mm face à geração anterior.

No interior destacam-se os bancos desportivos com regulação elétrica e estofos em couro Merino, pela primeira vez disponíveis com ventilação.

Para além disso existe um volante M Sport com botões de modo M para fácil acesso aos modos de direção predefinidos, bem como um painel de instrumentos digital e um ecrã de infoentretenimento com detalhes específicos M.

O equipamento de série para o sedan M3 e para o M4 conta com sensores de estacionamento dianteiros e traseiros, assistente de saída da faixa de rodagem, Live Cockpit Professional da BMW, que ajuda à navegação com apoio da ‘cloud’, compatibilidade com Apple Carplay e Android Auto, controlo de temperatura de três zonas e iluminação interna LED, informações de limite de velocidade com reconhecimento de sinalização.

Opcionalmente, existem ainda um largo conjunto de sistemas de segurança, além do Head-Up Display, do assistente de estacionamento ou do teto panorâmico de vidro.

Para além disso está ainda disponível o sistema M Drive Professional que inclui a função M Traction Control que ajusta o controlo de estabilidade em 10 fases e o Drift Analyser, bem como o BMW Drive Recorder, que grava imagens recolhidas em redor do veículo.

Em matéria de motorização, os dois novos modelos contam com um bloco biturbo a gasolina, com seis cilindros e 3,0 litros, que no caso das variantes Competition tem um a potência de 510 cv e um binário máximo de 650 Nm entre 2.750 e 5.500 rpm.

Existe ainda uma variante com 480 cv e 550 Nm de binário que vai estar disponível em alguns mercados.

Quando equipado com o pack M Driver a aceleração dos 0 aos 100 km/h é realizada em 4,1 segundos na versão normal, enquanto a versão de topo percorre a mesma distância em 3,8 segundos, para além de alcançar uma velocidade máxima de 290 km/h, independentemente da versão escolhida.

A BMW fez saber que as versões de base estão disponíveis com caixa manual de seis velocidades com um diferencial eletrónico Active M, enquanto as versões Competition oferecem um inédito sistema de tração integral variável M xDrive, idêntico ao que equipa o BMW M5, bem como uma caixa automática de oito velocidades.

Os novos M3 e M4 estão equipados com uma suspensão de triângulos sobrepostos em alumínio no eixo dianteiro e de cinco braços independentes no eixo posterior, que combinam com um sistema de amortecimento adaptativo.

Para além disso, os novos modelos contam com jantes de 18 polegadas na frente e de 19 polegadas atrás.

Em matéria de travões os novos modelos da casa germânica contam com discos de 380 mm mordidos por pinças de seis êmbolos na frente, enquanto na traseira usam discos de 370 mm com apenas uma maxila no eixo posterior, que ajudam o sistema de travagem específico, que proporciona dois tipos de resposta e sensação no pedal de travão.

Os dois desportivos da BMW dispõem ainda de uma direção M Servotronic de desmultiplicação variável.

  • TEMAS:
  • BMW

  • M3

  • M4

Veja mais