BMW recria o Garmisch desaparecido há cinco décadas

VÍDEO: BMW Garmisch renasceu
Marcello Gandini e a marca alemã voltaram a dar vida ao 'concept car'

A BMW decidiu recriar o BMW Garmisch, o ‘cocept car’ clássico desenhado por Marcello Gandini, da casa Bertone, que desapareceu depois da sua estreia no Salão de Genebra de 1970.

O carro foi apresentado no Concorso d’Eleganza Villa d’Este prestando homenagem aos designers italianos e à sua influência na marca bávara.

“Construir o BMW Garmisch uma segunda vez deu-nos a oportunidade de prestar tributo ao Sr. Gandini, recordar um dos seus carros menos conhecidos e sublinhar a influência estilística da Bertone na evolução do desing da BMW”, refere o vice-diretor do design do Grupo BMW, Adrian van Hooydonk.

O BMW Garmisch original foi desenvolvido pela Bertone como uma proposta independente para criação de “um moderno coupé médio fiel à linguagem de design da BMW”, mas também “mais dinâmico e até mais provocante”, como refere Gandini.

Neste carro com o chassi do BMW 2002 por base, destaca-se a variação estilística na tradicional grelha da marca ladeada pelos faróis quadrados, ou cobertura em favo de mel para o vidro traseiro, ao estilo de Gandini.

No interior arrojado a evocar os desportos de inverno, com cores e materiais condizentes, não passam despercebidos o rádio vertical ou o espelho retrátil no porta-luvas, numa fidelidade ao original à qual não foi alheia a colaboração do designer italiano nesta recriação.

Essa fidelidade ao original deu muito trabalho, pois a documentação relativa ao ‘concept’ desaparecido era escassa, assim como as imagens, muitas delas apenas a preto e branco. Além da colaboração de Gandini, esta recriação contou agora com as novas tecnologias como a impressão 3D, mas voltou a ser feita em Turim, na Itália, como há quase cinco décadas.

BMW recria o desaparecido Garmisch
  • TEMAS:
  • BMW

  • Garmisch

  • Marcello Gandini

Veja mais