McLaren 720S recupera a histórica pintura de corrida da Gulf

  • Redação Autoportal
  • 17 mai, 15:17

Retomar da parceria entre marcas leva a edição especial a cargo da MSO

Lembra-se da icónica pintura da Gulf que alguns dos carros mais emblemáticos do desporto automóvel exibiram durante campeonatos a fio no já distante século passado? Então, vai gostar de ver a nova edição do 720S que a McLaren apresentou.

McLaren e Gulf começaram a partilhar o mesmo caminho na competição em 1968 na Fórmula 1 (até 1973) retomando a parceria na década de 1990 nos GT – com o McLaren F1 GTR Longtail #41 a cruzar a meta no segundo lugar das 24 Horas de Le Mans em 1997 exibindo a inconfundível pintura em azul claro com a faixa longitudinal cor de laranja.

PUB

A junção de marcas voltou a acontecer em 2020 para um âmbito mais global com a Gulf como fornecedora de combustíveis e lubrificantes da McLaren Automotive.

Vídeo: McLaren eleva o poder em pista com o novo 720S GT3X

A reunião entre petrolífera e fabricante automóvel mereceu agora uma celebração nos carros de produção com esta edição do 720S com a pintura de competição clássica da Gulf, que cumpre também o propósito de destacar as possibilidades de personalização dos carros de Woking pelo departamento para ‘tratamentos especiais’ McLaren Special Operations (MSO).

PUB

Pelo meio há mais, como pode ver numa das galerias de imagens associada: o reencontro entre a McLaren e a Gulf vai ser também assinalado na pintura dos MCL35M de Daniel Ricciardo e Lando Norris que, no próximo fim de semana, vão correr o GP do Mónaco de F1.

A pintura da Gulf no 720S tem tanto de caráter definitivo como de exclusivo, pois a McLare já avisou que o número de clientes a poderem exibir este trabalho de pintura à mão que demora 20 horas é limitado. As pinças dos travões, os aros das jantes e o interior do supercarro nos bancos e no volante são outras das marcas únicas desta união.

PUB

Com o chassi em fibra de carbono Monocage II e um peso de 1.238 kg, o McLaren 720S é equipado com o motor de 4,0 litros V8 biturbo co 720 cv de potência e 770 Nm de binário possibilitando fazer os 0100 km/h em 2.9 segundos e atingir os 341 km/h de velocidade máxima.

Continuar a ler

RELACIONADOS

McLaren confirma que o Artura acelera dos 0 aos 100 km/h em 3 segundos

Vídeo: McLaren eleva o poder em pista com o novo 720S GT3X

F1: McLaren revela o novo MCL35M

COMPUTADOR DE BORDO

Governo irá reduzir 50% do valor das portagens nas ex-SCUT em 1 de julho

Desconfinamento: 10 Dicas para o seu carro

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

VEJA MAIS

MAIS LIDAS