O novo Longtail de Woking: McLaren revela o 765LT

  • Redação Autoportal
  • 3 mar 2020, 11:26

Novo 765LT é mais leve, mais potente e apresenta níveis de desempenho ainda mais altos

A McLaren acaba de revelar a sua ultima criação, o 765LT que é assim o mais jovem membro da família 'Longtail', a séria mais rápida da linha derivada do McLaren 720S

O coração deste novo McLaren 765LT é um motor a gasolina V8, com 4,0 litros de cilindrada e dois turbos, que permitem atinge uma potência de 765 cv as 7.500 rpm e um binário máximo de 800 Nm.

PUB

A potência deste monstro do asfalto é transmitida às rodas através de transmissão automática sequencial (SSG) de sete velocidades, que permite uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 2,8 segundos, e dos 0 aos 200 km/h em 7,2 segundos e alcançar uma velocidade máxima de 330 km/h.

O novo McLaren 765LT apresenta um peso de 1.229 kg, menos 80 kg que o 720S Coupé, um peso que foi alcançado com o recurso à tecnologia de fibra de carbono para os painéis da carroçaria e um escape em titânio de quatro saídas, 40% mais leve que o escape de aço.

Mas as novidades deste novo modelo não se ficam por aqui já que a McLaren introduziu melhorias ai nível dos eixos de suspensão mantendo o sistema 'Proactive Chassis Control II' , com gestão eletrónica especifica. Os amortecedores e as molas são novas, mais leves e reforçadas.

PUB

Para além disso a via dianteira aumentou em 6mm e a altura ao solo diminuiu em 5 mm, de modo a aumentar a estabilidade e a aderência do novo McLaren 765LT.

Em matéria de aerodinâmica o novo McLaren apresenta um lábio frontal e um spoiler traseiro mais longos e em fibra de carbono, bem como um difusor de maiores dimensões, detalhes que permitem ao McLaren 765LT uma maior capacidade de colocar a potência no asfalto e gerar uma pressão aerodinâmica 25% mais elevada que o 720S.

PUB

Nota ainda para o spoiler traseiro que pode ser ajustado em três posições.

No que toca aos travões este novo McLaren recorre a discos cerâmicos com pinças de travão do McLaren Senna, para além de contar com uma tecnologia de refrigeração de pinças utilizada pela Fórmula 1 e que permite fornecer ar para arrefecer as pinças e os discos dianteiros, reduzindo a temperatura das pastilhas de travão em até 50 graus durante a condução em pista, garantindo desta forma que a consistência da sensação do pedal e o desempenho total da travagem não são alterados.

PUB

Quanto ao interior deste novo desportivo, conta com bancos de fibra de carbono, revestimentos em carbono ou tecido de Alcantara e a McLaren fez saber que os clientes podem optar por cores diferentes do interior.

A McLaren vai produzir apenas 765 unidades, todas numeradas, deste novo modelo.

Continuar a ler

RELACIONADOS

McLaren Senna pega fogo nas ruas de Braga

McLaren Speedtail supera os 400 km/h nos testes de velocidade

McLaren explica por que não fará veículos elétricos nem SUV tão cedo

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS