McLaren revelou o seu primeiro GT que conta com 620 CV de potência

  • Redação Autoportal
VÍDEO: Chegou o novo McLaren GT
Novo modelo marca a primeira incursão da McLaren pelo mundo dos GT

A empresa britânica revelou esta quarta-feira o novo McLaren GT que inaugura um novo segmento no seio da própria marca. 

O novo GT apresenta uma arquitetura de baixo peso e foco na dinâmica e no conforto. Tal como todos os McLaren, a nova aposta da casa de Woking tem uma estrutura de fibra de carbono que possui força e rigidez sendo no entanto 130 kg mais leve concorrente mais próximo, apresentando 1.530 quilos de peso.

Dotado de um motor V8 de 4 litros twin-turbo com 3,994cc, o novo McLaren GT disponibiliza 620 CV de potência às 7,500 rpm e um binário de 630Nm entre as 5.500 rpm e as 6.500 rpm,

O bloco do McLaren é acoplado a uma transmissão SSG de 7 velocidades para oferecer aceleração linear, contínua e implacável.

Estas características técnicas permitem ao novo GT uma aceleração dos 0 aos 100km/h em 3,2 segundos e dos  0 aos 200km/h em 9.0 segundos. Já a velocidade máxima do McLaren GT é de 326 km/h.

Na capacidade de dinâmica deste novo GT nada foi deixado ao acaso. Assim a McLaren projetou uma direção, travões e suspensão feitos à medida para este seu novo superdesportivo de forma a proporcionar uma experiência de condução de um GT clássico, com equilíbrio, capacidade de resposta e precisão, aliado ao melhor conforto de condução do que qualquer outro McLaren.

O primeiro Grand Tourer da marca britânica mostra um design fiel às filosofias que sustentam todo o design da McLaren, não esquecendo a imagem tradicional dos GT.

Assim as linhas exteriores longas e elegantes são a imagem reconhecida do design do GT interpretadas McLaren e num primeiro olhar percebemos de imediato que este é um modelo mais longo e mais musculado do que as silhuetas dos supercarros da marca de Woking. 

Com quase 4,7 m de comprimento, o nova McLaren GT é mais longo que qualquer outro carro da marca britânica. Os pára-lamas traseiros musculados, são um traço de design comum na história dos Grand Touring, e um exemplo da forma como a McLaren foi fiel à sua tradição, incorporando aqui as entradas de ar para os radiadores de alta temperatura que arrefecem o motor.

No interior o requinte e o conforto são as palavras de ordem neste desportivo que apresenta um contraste entre a pele dos bancos, do tablier, dos painéis das portas e dos pilares com o cromado do volante, da moldura central e dos altifalantes premium da Bowers & Wilkins.

A McLaren revelou ainda que os pedidos de reserva do novo GT já podem ser realizados em todo o mundo e que as entregas vão ter inicio no final de 2019.

Já quanto ao preço a marca de Woking revelou que o McLaren GT vai ter um custo de no Reino Unido que começa nas 163.000 libras, incluindo impostos, ou seja cerca de 187.200 euros.

McLaren GT redefine as regras do segmento Grand Tourer
  • TEMAS:
  • McLaren

  • McLaren GT

  • Grand Tourer

Veja mais