Mundo elétrico topo de gama da Mercedes revelado com pré-apresentação do EQS

  • Redação Autoportal
  • 6 abr, 02:38

Limousine elétrica da marca alemã será apresentada este mês e chega no verão

A Mercedes vai apresentar no próximo dia 15 o novo EQS e já fez uma pré-apresentação da limousine ‘zero emissões’ equivalente ao Classe S em que revela já em parte como vai ser o mundo topo de gama elétrico da marca.

O novo membro da classe EQ está por enquanto lançado com motores que vão dos 245 KW (329 cv) do EQS 450+ aos 385 kW (516 cv) do EQS 580 4Matic, com binários máximos respetivos de 568 Nm e de 855 Nm. Os consumos anunciados são de 19,1-16 kWh/100 km para o EQS 450+ e de 20-16,9 kWh/100 km para o EQS 580 4matic.

PUB

A marca alemã já adiantou, porém, que haverá uma versão de performance mais potente; mas ainda sem revelar quão... Da mesma forma, ainda sem ficar a conhecer tudo antes da apresentação mundial digital, só se sabe que as autonomias do EQS vão até aos 770 km dependendo do modelo e da configuração.

O Mercedes EQS estará equipado com um motor elétrico no eixo traseiro ou com um segundo motor no eixo dianteiro no caso das versões 4Matic para uma tração integral. Os 4Matic também dispõem da vectorização de binário que distribui de forma inteligente o binário entre os eixos usando o motor mais eficiente na altura – num sistema de ‘torque shifting’ mais eficiente que o de tração integral mecânica e com a regulação independente de cada motor.

PUB

O topo de gama elétrico da Mercedes terá baterias de iões de lítio de nova geração com capacidade de 90 kWh (versões de tração traseira) ou de 107,8 kWh (cerca de 26% mais do que no EQC). O software de gestão destas baterias com uma arquitetura de 400 V, que é desenvolvido pela Mercedes, permite atualizações sem fios ‘over-the-air’ (OTA) sendo essa gestão mantida durante o ciclo de vida da bateria.

PUB

O EQS pode ser carregado em postos rápidos com potência até 220 kW com corrente continua; assim como em casa ou em postos públicos com potência até 22 kW com corrente alternada (no Japão, disporá de carregamento bidirecional; ou seja, também poderá ser fonte de alimentação).

As baterias poderão ser pré-aquecidas ou arrefecidas durante a condução numa gestão térmica para obter a melhor janela de temperatura com vista a um carregamento mais rápido. Num posto de carregamento rápido, o EQS consegue energia para 300 km em 15 minutos.

O EQS é composto por materiais recicláveis e reutilizáveis e é produzido na Factory 56, a fábrica mais moderna da Mercedes-Benz, em Sindelfingen, na Alemanha, que tem uma pegada de carbono neutra desde a sua origem.

PUB

Como fator de sustentabilidade em destaque, a marca alemã refere que a nova composição das células das baterias tem uma redução em 10% do cobalto para uma relação de 8:1:1 entre, respetivamente, níquel, cobalto e magnésio.

O topo de gama elétrico da Mercedes será lançado na Europa em Agosto. Na sua forma coupé com jantes que podem ir das 19 às 22’’, o Mercedes EQS deixa a marca alemã orgulhosa com um “coeficiente de resistência aerodinâmica de 0,20” que é um “novo recorde mundial de aerodinâmica num carro de produção”.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Mercedes mostra o interior do novo EQS que está a chegar

Vídeo: Mercedes mostra o EQS com a vetorização de binário em ação

Mercedes-Benz vai lançar seis modelos totalmente elétricos até 2022

Mercedes EQS chega em 2021 e traz o SUV e o EQE atrás

Vision EQS: o futuro da Mercedes é elétrico

COMPUTADOR DE BORDO

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

Atenção às datas de revalidação de carta de condução. Faça tudo online e poupe 10%

VEJA MAIS

MAIS LIDAS