Seat revela visão da mobilidade urbana do futuro

  • Redação Autoportal
Seat Minimó quer revolucionar a mobilidade urbana

Minimó é o citadino elétrico da Seat com a segurança e conforto de um automóvel e a agilidade de uma moto

A Seat revelou agora mais um dos seus passos na estratégia de micromobilidade urbana com a apresentação do Minimó, um concept desenvolvido como plataforma de mobilidade que mostra a visão da empresa sobre a mobilidade urbana do futuro.

Minimó foi desenvolvido para juntar o melhor de dois mundos, segurança e conforto do automóvel com agilidade e a facilidade de estacionamento de uma moto.

No desenvolvimento deste concept car 100% elétrico e com capacidade para duas pessoas, a Seat decidiu integrar o sistema de ‘battery swap’, que permite a recarga completa do veículo em poucos minutos e assegura uma autonomia superior a 100km.

Este sistema inovador, por não obrigar a levar os veículos até aos pontos de recarga, permite reduzir os custos operativos de carsharing em até 50%.

O Minimó tem 2,5 m de comprimento e 1,2 m de largura, ocupando 3,1 metros quadrados em vez dos 7,2 de um automóvel normal, reduz consideravelmente a pegada ecológica na cidade e pode ser estacionado nos lugares reservados para motos e, quando em circulação, duas unidades juntas ocupam o mesmo espaço de um automóvel de tamanho médio.

Para Luca de Meo, presidente da Seat, a nova proposta de mobilidade urbana da marca “foi especialmente projetado para se adaptar às plataformas de mobilidade que marcarão o futuro da circulação nas cidades, onde o tráfego será restringido e apenas alguns operadores poderão oferecer mobilidade”. 

O responsável pela marca lembrou ainda que o Minimó é um veículo hiperconectado. “Esta nova proposta de mobilidade conta com 5G integrado que proporciona uma experiência digital fácil e cómoda para o utilizador com base numa chave ‘Digital Access’, e com Android Auto no painel do veículo que permite aos ocupantes conectar os seus dispositivos móveis sem necessidade de cabos ou fichas. Entre outras funções, o veículo reconhece se o condutor tem 16 ou 18 anos para ajustar a sua velocidade máxima a 45 ou 90 km/h, por exemplo. Além disso, com o Assistente da Google no Android Auto, o condutor pode concentrar-se na estrada e manter as mãos no volante enquanto interage com o veículo através da voz para obter respostas, gerir tarefas e controlar os dispositivos”, concluiu Luca de Meo na apresentação do Minimó que teve lugar  no Mobile World Congress.

  • TEMAS:
  • Seat

  • Minimó

  • Luca de Meo

Veja mais