Governo e Nissan promovem primeira fase de condução autónoma

  • Redação Autoportal
Nissan
Nissan

A Nissan Portugal e o Ministério do Ambiente e Transição Energética (MATE), através da sua Secretaria-geral, dera agora inicio a um programa conjunto de experimentação da primeira fase de condução autónoma Nissan ProPILOT, destinado ao Governo Português.

O programa prevê a cedência de três Nissan LEAF 100% elétricos dotados desta tecnologia que, numa primeira fase, serão utilizados pelo MATE.

Este não é um novo conceito para a Nissan, que possui um longo historial na apresentação de sistemas avançados de assistência ao condutor - ou ADAS (Advanced Driver Assistance Systems) - recorrendo a uma abordagem passo a passo.

Graças a um historial de inovação, a Nissan está a adotar uma abordagem faseada na apresentação de tecnologias de condução autónoma no mercado, numa abordagem educacional passo a passo que permite aos condutores experimentar a tecnologia, uma característica de cada vez, e perceber o valor acrescentado que esta oferece.

A primeira fase da tecnologia de condução autónoma da Nissan, conhecida como "ProPILOT", disponibiliza aos condutores a opção de operar manualmente o automóvel ou de ceder o controlo aos sistemas de bordo, em certas situações. Quando ativada, permite que os automóveis apoiem os condutores a conduzir, travar e acelerar automaticamente e com segurança numa única faixa, em autoestradas, ou em cidade, em situações de tráfego intenso.

Em 2019, a Nissan planeia ampliar o seu sistema PropILOT para o "controlo de múltiplas faixas", que seja capaz de evitar riscos autonomamente e mudar de faixa durante a condução em autoestrada. Dois anos mais tarde, será acrescentada a capacidade de o veículo circular pela cidade e nos cruzamentos, sem a intervenção do condutor.

Comentários

Veja mais