Opel apresenta o carregador universal: o 'canivete suíço' dos veículos elétricos

  • Redação Autoportal
  • 28 mar, 13:06

Novo carregador universal promete facilitar o carregamentos dos veículos eletrificados da marca germânica

A Opel apresentou o novo carregador elétrico universal, que a marca diz ser um autêntico ‘canivete suíço’, prometendo facilitar os carregamentos dos modelos elétricos e eletrificados da gama da marca germanica.

Compatível com os Opel Mokka-e, Corsa-e, Zafira-e-Life, Vivaro-e para além do SUV Grandland X híbrido plug-in, o novo carregador universal reúne as funções dos cabos “Modo 2” e “Modo 3” com vários adaptadores num único dispositivo.

PUB

Desta forma o utilizador pode ligar o carregador a praticamente todos os tipos de tomadas domésticas específicas de cada país. Para este efeito, o carregador funciona com a ficha do tipo 2.

Para os carregamentos em casa com potência elevada de 11 kW é precisa uma tomada de 400V com corrente alternada. A ficha CEE-16 necessária para o carregamento e o adaptador acima mencionado integram o conjunto do Carregador Universal, bem como um saco prático onde são guardados todos os cabos e fichas, na bagageira.

Desta forma e independentemente do modelo Opel, se for necessário efetuar um recarregamento da bateria numa viagem mais longa, existe desta forma uma ampla opção de escolhas. Se o utilizador não tiver muito tempo, a bateria de 50 kWh do Corsa-e, por exemplo, pode ser recarregada a 80 por cento da capacidade em apenas 30 minutos numa estação de carregamento rápido de 100 kW.

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

Vídeo: histórico Opel Manta renasce em modo elétrico

Opel apresenta o novo Combo-e Life que chega no outono

Opel revela o novo Combo-e que chega no outono

Opel incentiva compra do Corsa-e com redução do preço até 6 mil euros

Opel lança novos Mokka e Mokka-e no mercado: saiba todos os preços

COMPUTADOR DE BORDO

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

VEJA MAIS

MAIS LIDAS