Vídeo: Ford testa o Mustang Cobra Jet que exibe a força dos elétricos

  • Redação Autoportal
  • 6 set 2020, 10:15

'Dragster' revelou mais potência do que o inicialmente anunciado

A Ford Performance apresentou em abril o Mustang Cobra Jet 1400, o seu primeiro protótipo de um ‘dragster’ 100% elétrico, pensado para bater recordes sem usar uma gota de combustível.

Na apresentação a Ford deixou claro que este Mustang “único e de fábrica” que conta com um propulsor elétrico que desenvolve “mais de 1.400 cv de potência e um binário instantâneo superior a 1.100 Nm".

Contudo a marca colocou agora à prova o protótipo totalmente elétrico e concluiu que o Ford Mustang Cobra Jet 1400 foi capaz de debitar um pico de potência de 1.502 cv e alcançou uma velocidade de 270 km/h para percorrer um quatro de milha em 8,27 segundos.

Segundo a Ford a potência revelada nos testes pelo Mustang Cobra Jet 1400 é equivalente à produção combinada de mais de três motores da nova geração do Mustang GT V8.

“Desde que revelamos o carro, continuamos a ajustá-lo e agora sabemos que estamos apenas a arranhar a superfície do que podemos alcançar com tanta potência elétrica num cenário de corridas”, revelou Mark Rushbrook, diretor da Ford Performance Motorsports.

A potência do Mustang Cobra Jet 1400 é gerada por quatro motores elétricos que debitam cada um um potência de saída de 350 Kw.

Para gerir esta insana potência, a Ford revelou que foi desenvolvido um sistema avançado de dados e controlo que apresenta um algoritmo de controlo exclusivo para o Cobra Jet 1400.

Para além disso a enorme quantidade de potência também exigiu uma abordagem diferente com estratégias de ajuste do chassis.

Este carro de competição surge no ano em que a Ford lança no mercado o primeiro Mustang de produção totalmente elétrico – o Mach-E – e homenageando o Cobra Jet original que competiu nas pistas de ‘dragsters’ no final da década de 1960.

“As oportunidades de aprender com o Mustang Cobra Jet 1400, bem como o Mustang Mach-E 1400 que apresentamos recentemente, contribuem para uma visão do que pode ser possível alcançar com um sistema totalmente elétrico de alto desempenho da Ford no futuro”, concluiu Mark Rushbrook.

RELACIONADOS

Foguete na estrada: Ford apresenta o Mustang Mach-E com 1.400 cv

Revelado: histórico Ford Mustang Mach 1 está de volta

Ford Mustang Mach-E faz atualizações sem cabos ou sair de casa

COMPUTADOR DE BORDO

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

VEJA MAIS

MAIS LIDAS