Vídeo: Ford testa o Mustang Cobra Jet que exibe a força dos elétricos

  • Redação Autoportal
  • 6 set 2020, 11:15

'Dragster' revelou mais potência do que o inicialmente anunciado

A Ford Performance apresentou em abril o Mustang Cobra Jet 1400, o seu primeiro protótipo de um ‘dragster’ 100% elétrico, pensado para bater recordes sem usar uma gota de combustível.

Na apresentação a Ford deixou claro que este Mustang “único e de fábrica” que conta com um propulsor elétrico que desenvolve “mais de 1.400 cv de potência e um binário instantâneo superior a 1.100 Nm".

PUB

Contudo a marca colocou agora à prova o protótipo totalmente elétrico e concluiu que o Ford Mustang Cobra Jet 1400 foi capaz de debitar um pico de potência de 1.502 cv e alcançou uma velocidade de 270 km/h para percorrer um quatro de milha em 8,27 segundos.

Segundo a Ford a potência revelada nos testes pelo Mustang Cobra Jet 1400 é equivalente à produção combinada de mais de três motores da nova geração do Mustang GT V8.

“Desde que revelamos o carro, continuamos a ajustá-lo e agora sabemos que estamos apenas a arranhar a superfície do que podemos alcançar com tanta potência elétrica num cenário de corridas”, revelou Mark Rushbrook, diretor da Ford Performance Motorsports.

PUB

A potência do Mustang Cobra Jet 1400 é gerada por quatro motores elétricos que debitam cada um um potência de saída de 350 Kw.

Para gerir esta insana potência, a Ford revelou que foi desenvolvido um sistema avançado de dados e controlo que apresenta um algoritmo de controlo exclusivo para o Cobra Jet 1400.

Para além disso a enorme quantidade de potência também exigiu uma abordagem diferente com estratégias de ajuste do chassis.

Este carro de competição surge no ano em que a Ford lança no mercado o primeiro Mustang de produção totalmente elétrico – o Mach-E – e homenageando o Cobra Jet original que competiu nas pistas de ‘dragsters’ no final da década de 1960.

PUB

“As oportunidades de aprender com o Mustang Cobra Jet 1400, bem como o Mustang Mach-E 1400 que apresentamos recentemente, contribuem para uma visão do que pode ser possível alcançar com um sistema totalmente elétrico de alto desempenho da Ford no futuro”, concluiu Mark Rushbrook.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Foguete na estrada: Ford apresenta o Mustang Mach-E com 1.400 cv

Revelado: histórico Ford Mustang Mach 1 está de volta

Ford Mustang Mach-E faz atualizações sem cabos ou sair de casa

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS