As provas elétricas da BMW fazem-se com o Power BEV de 720 cv

  • Redação Autoportal
BMW Power BEV
BMW Power BEV
Grupo alemão apresentou o #NextGen 19

Esta quinta-feira foi dia da #NextGen 19 onde o Grupo BMW fez o ponto de situação anual em relação ao futuro da mobilidade elétrica da marca e uma das apresentações ficou com o Power BEV, o veículo de provas que “explora o que é tecnicamente possível”.

Trocado por miúdos, a BMW apresentou o Power BEV como um veículo com três motores elétricos de quinta geração com uma potência máxima de 530 kW (ou seja, 720 cv) e que “permite uma aceleração dos 0 aos 100 km/h confortavelmente abaixo dos três segundos”.

O desenvolvimento deste veículo construído a partir de um Série 5 de produção atual contempla as dinâmicas tanto longitudinal como lateral para ser rápido quer em reta quer em curva, com o controlo dos dois motores no eixo traseiro a ser feito separadamente.

Nesta #NextGen 19, o Grupo BMW informou também que o programa de mobilidade sustentável (e-mobilidade) está dois anos adiantado em relação à data inicial de 2025 revelando que a marca alemã terá 25 veículos eletrificados logo em 2023.

Já dentro de dois anos, o grupo terá nas estradas cinco veículos de produção totalmente elétricos. Ao BMW i3 vão juntar-se até 2021 o Mini elétrico, o BMW iX3, o BMW iNext e o BMW i4 – a par do reforço das opções híbridas plug-in dos vários modelos a continuar já no final deste verão.

A abrangência do #NextGen inclui o espaço para além dos veículos. A função ‘BMW eDrive Zones’ será de série em todos os híbridos plug-in da marca em 2020 reconhecendo automaticamente as ‘zonas verdes’ de cada localidade onde só será permitida a circulação de veículos de emissões zero.

Esta função posta em prática com a tecnologia de geolocalização faz com que o BMW híbrido plug-in reconheça as ‘zonas verdes’ quando nelas entra e automaticamente mude o seu funcionamento para exclusivamente elétrico colocando-o em pé de igualdade com os veículos totalmente elétricos no que respeita a emissões.

Mas para fomentar o modo exclusivamente elétrico nos seus ‘clientes híbridos plug-in’ em todos os sítios, a BMW vai também em 2020 dar início a um sistema de pontos que serão revertidos em prémios e carregamentos.

A relação da marca alemã com os seus clientes também vai mudar no sentido de simplificar as plataformas unindo todos os serviços e produtos sob o “ecossistema” myBMW dividido por três categorias: My Car, My Life e My journey.

A par dos assistentes pessoais Hey BMW e do Alexa, da Amazon, da chave e do carregamento digital, os BMW da atualidade oferecem assistência à condução de nível 2. No programa #NextGen, o nível de condução autónoma em teste já está no 4.

  • TEMAS:
  • BMW

  • NextGen

  • Power BEV

Veja mais