Final de ano na estrada teve menos mortes e menos acidentes do que no ano passado

  • Redação Autoportal
  • 3 jan, 14:03
PSP fiscalização (Lusa)
PSP fiscalização (Lusa)

Número de feridos aumentou quer entre graves e ligeiros

A operação de segurança rodoviária de Ano Novo registou menos duas mortes e mais 19 feridos graves em relação ao mesmo período do ano passado tendo os acidentes diminuído 5,5%.

Em comunicado de balanço sobre a campanha de segurança rodoviária de Ano Novo “O melhor presente é estar presente”, a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) refere, como veicula a agência Lusa, que se registaram nas estradas portuguesas cinco vítimas mortais no período decorrido entre 28 de dezembro e 2 janeiro.

PUB

A ANSR acrescenta que, no mesmo período, houve 35 feridos graves e 414 feridos ligeiros; o que são, respetivamente, mais 19 e mais 51 que no período homólogo do ano passado.

Segundo a ANSR, contabilizando dados da PSP e da GNR, o número total de acidentes foi neste ano de 1.469 – diminuindo 5,5%: As cinco vítimas mortais resultaram de cinco desastres que ocorreram nos dias 29 e 31 de dezembro nos distritos de Porto e Santarém e a 1 e 2 de janeiro nos distritos de Viana do Castelo, Guarda e Lisboa.

PUB

A ANSR precisa que, entre as vítimas mortais, estão um peão por atropelamento, três condutores em resultado de despistes de motos e um condutor de veículo ligeiro num choque em cadeia.

O comunicado indica também que a PSP e a GNR fiscalizaram, entre 28 de dezembro e 2 janeiro, mais de 2,1 milhões de veículos, quer presencialmente, quer através de controlo por radar.

As autoridades detiveram 326 pessoas por estarem a conduzir com excesso de álcool.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Natal deste ano regista mais acidentes e vítimas mortais do que em 2020

Saiba onde vão estar os radares na primeira semana do ano, pois «quem o avisa...»

Preço dos combustíveis volta a subir na semana de 03 a 09 de janeiro

Brisa aumenta 28 taxas de portagens da classe 1 em 2022

Saiba onde estarão os radares em janeiro 2022, pois «quem o avisa...»

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS