Peugeot revelou o novo SUV 2008 que também é elétrico

  • Redação Autoportal
  • 20 jun 2019, 11:11

Segunda geração do Peugeot 2008 chega no final do ano e conta com versão elétrica

A marca francesa revelou agora a segunda geração do Peugeot 2008, que vai chegar ao mercado no final do ano e que apresenta agora um ar mais SUV e dotado de tecnologia de condução semi-autónoma e de uma versão elétrica.

Potente e distinto graças ao seu estilo, o novo SUV da Peugeot apresenta linhas equilibradas e as proporções gerais são tipicamente SUV, com um para-brisas recuado que permite um capô mais horizontal e um conjunto com um visual muito mais forte.

PUB

A frente integra uma grelha vertical (na cor da carroçaria nas versões elétricas), um capô esculpido e luzes diurnas LED colocadas abaixo dos faróis.

O perfil, facetado e audaz, atrai imediatamente a atenção, com diversas linhas triangulares. O resultado é um estilo atrevido e incisivo, que representa uma verdadeira proeza técnica do ponto de vista da estampagem das peças devido à volumetria inédita dos flancos. Estas linhas terminam no portão da bagageira, conferindo ao conjunto uma coerência e uma homogeneidade inegáveis.

Com 4,30m de comprimento e uma distância entre eixos de 2,60m o novo Peugeot 2008 tem uma bagageira com 434 litros de capacidade, incluindo a versão 100% elétrica. Quanto à modularidade, é assegurada por um piso duplo (duas posições), consoante as versões, que oferece um piso quase 100% plano após o rebatimento dos bancos traseiros.

PUB

Os passageiros podem também desfrutar de um interior impregnado de luz graças ao teto de abrir opcional, proporcionando um casulo amplo e luminoso. A sua abertura para o exterior mantém a habitabilidade e o espaço ao nível da cabeça nos lugares traseiros.

PUB

Produzido em Vigo (Espanha), o novo Peugeot 2008 utiliza à nova plataforma modular CMP  e está dotado de tração dianteira e para quem quer aventurar-se ainda mais longe, o Grip Control, opcional associado ao sistema de controlo de descida (HADC), permite total domínio e segurança do veículo, e da sua trajetória, nas inclinações mais acentuadas.

Para uma condução personalizada e à medida de cada situação, o novo SUV PEUGEOT 2008 dispõe, consoante as versões, de um seletor de modos de condução: “Eco”, “Normal” e “Sport”.

Em matéria de equipamentos e as ajudas à condução, o novo SUV da Peugeot herdou muitos dos sistemas que estão disponíveis nos veículos de segmentos superiores da marca, com destaque para o Drive Assist, que inicia a via da condução semiautónoma, e que combina a a ajuda à manutenção ativa da posição dentro da faixa de rodagem, associada ao Lane Positionning, cabendo ao condutor escolher a posição na via, regulador de velocidade adaptativo com função Stop & Go com a caixa automática EAT8, Park Assist, que gere automaticamente a direção para entrar e sair de um lugar de estacionamento, com apenas 60 cm de espaço entre os veículos, depois de estacionado.

PUB

Para além disso o novo Peugeot 2008 conta ainda com travagem automática de emergência de última geração, que deteta peões e ciclistas, de dia e de noite, de 5 km/h a 140 km/h, alerta ativo de transposição involuntária de faixa (ou do limite), alerta de atenção ao condutor, aconselhando, se necessário uma pausa na condução, reconhecimento alargado de sinais de trânsito (sentido proibido, stop), com recomendação para os sinais de velocidade, ou travão de estacionamento elétrico.

PUB

A gama é composta por quatro níveis de equipamento: Active, Allure, GT Line e GT, todos disponíveis nas versões 100% elétrica, gasolina ou Diesel.

Em matéria de motorizações a gasolina o Peugeot 2008 conta com três versões do bloco 1.2 de três cilindros turbo Puretech, com opções de 100 CV de potência e caixa manual de seis velocidade, 130 CV  com caixa manual de seis velocidades ou automática de oito velocidades e o de 155 CV de potência, apenas disponível na versão GT com caixa automática de oito velocidades.

A oferta Diesel está a cargo do bloco de 4 cilindros BlueHDi com 1,5 litros de cilindrada  e nas versões de 100 CV com caixa manual de seis velocidade e 130 CV de potência com caixa automática de oito velocidades.

PUB

O grande destaque é a versão elétrica, o Peugeot e-2008  que apresenta 136 CV de potência e que conta com uma bateria com 50 kWh de capacidade e autonomia até 310 quilómetros.

A bateria carrega em 16h numa tomada doméstica  e entre 5 a 8 horas para uma carga completa com uma WallBox (trifásica de 11 kW ou monofásica de 7,4 kW) e  meia hora para recuperar 80% da bateria através de um carregador público de 100 kW; a regulação térmica da bateria permite utilizar este tipo de carregadores.

 

Continuar a ler

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS