Peugeot 308 em estreia: a nova imagem da marca na geração eletrificada

  • Redação Autoportal
  • 18 mar, 15:00

Nova geração do familiar da marca francesa introduz motorizações híbridas

A Peugeot apresentou o novo 308 com a nova geração do seu familiar médio em configuração berlina a estrear a nova imagem da marca – com ponto de partida e chegada no novo emblema à frente – e a introduzir as motorizações híbridas plug-in numa gama também com propulsores térmicos quer a gasolina quer Diesel. A comercialização europeia começa no segundo semestre deste ano.

Com tecnologia renovada pelo Peugeot i-Cockpit num interior melhorado na habitabilidade – com uma otimização estrutural ajustando a carroçaria o mais próximo à estrutura –, o novo 308 aumenta a distância entre eixos 55 mm alongando a sua silhueta e oferecendo mais espaço aos ocupantes da fila traseira de bancos.

PUB

A altura diminuída em 20 mm, associada a um ‘soft-nose’, alongam visualmente o capô nesta nova face Peugeot que o design do novo 308 traz. No perfil destacam-se as duas aguçadas secções quadradas que se sobrepõem às rodas da frente e de trás, enquanto a secção traseira marca o novo estilo 308 na confluência da linha de tejadilho num longo spoiler na otimização do desempenho aerodinâmico.

PUB

O novo símbolo da marca Peugeot destaca-se numa grelha que lhe está inteiramente dedicada com um padrão convergindo gradualmente na sua direção. É sob o novo emblema que está posicionado o radar para as ajudas à condução (com tecnologia protetora “radôme”) e a placa de matrícula passa a estar colocada na zona inferior do para-choques.

A tecnologia LED está presente nos projetores dianteiros desde o primeiro nível de equipamento, que são prolongados pelas luzes diurnas em forma de presas no para-choques dianteiro - nos níveis de equipamento GT/GT Pack, os projetores ‘Full LED’ são ainda mais finos e evoluídos com Peugeot Matrix LED Technology. Na traseira, os faróis também ‘Full LED’ exibem as três garras da assinatura luminosa da marca.

PUB

O novo PEUGEOT 308 é construído a partir de uma evolução da plataforma multienergias EMP2 (Efficient Modular Platform) permitindo integrar a gama de versões eletrificadas e elétricas. Com o para-brisas mais inclinado e recuado, a nova geração apresenta-se mais comprido 11 cm (para os 4,36 m) e mais baixo 22 mm (para 1,44 m) e com maior distância entre eixos (2,675 m).

PUB

A capacidade da bagageira aumentou para o mínimo de 412 litros (senso 28 deles no compartimento abaixo do piso) até um máximo de 1.323 litros com o rebatimento dos encostos do banco traseiro.

As jantes variam entre as 16 e as 18’’ em rodas desenhadas para melhorar uma aerodinâmica otimizada nos componentes, mais ou menos, visíveis da carroçaria melhorada na rigidez para aumento do conforto em termos de vibrações.

O novo Peugeot 308 oferece duas motorizações híbridas plug-in, três a gasolina e duas Diesel. As versões térmicas a gasolina com motores de 3 cilindros de 1,2 L PureTech oferecem 110 e 130 cv de potência, com o nível mais potente a abrir opção para caixa automática de 8 velocidades EAT8 para além da caixa manual de 6 velocidades CVM6. As versões Diesel, com o motor de 4 cilindros de 1.5 L BlueHDi com o nível de potência único de 130 cv dividem-se entre a de transmissão manual e a de transmissão automática.

As versões híbridas plug-in são ambas com a caixa e-EAT8. O Peugeot 308 Hybrid 180 e-EAT8 de duas rodas motrizes associa um motor a gasolina PureTech de 150 cv (110 kW) e um motor elétrico de 81 kW (09 cv) e oferece uma autonomia 100% elétrica máxima de 60 km (protocolo WLTP, com homologação em curso). O Peugeot 308 Hybrid 225 e-EAT8, também de duas rodas motrizes, associa o motor PureTech de 180 cv (132 kW) e o motor elétrico de 81 kW e oferece uma autonomia 100% elétrica máxima de 59 km (protocolo WLTP, com homologação em curso).

PUB
PUB

A bateria de iões de lítio tem uma capacidade de 12,4 kWh e uma potência de 102 kW estando disponíveis dois tipos de carregadores embarcados: um carregador monofásico de 3,7 kW de série e um opcional de 7,4 kW, igualmente monofásico. Os tempos de carga variam entre as 7h05m com o carregador de bordo monofásico (3,7 kW) a partir de uma tomada standard (8 A) e 1h55m com o carregador de bordo monofásico (7,4 kW) a partir de uma Wall Box 7,4 kW passando pelas 3h50m com o carregador de bordo monofásico (3,7 kW) a partir de uma tomada reforçada (16 A).

O ambiente interior terá vários níveis de equipamento, que podem ir dos bancos da frente com massagem ao sistema de som ‘premium’ Focal, mas o Peugeot i-Cockpit já faz parte do ADN da marca e a nova geração 308 evolui para o novo sistema de infoentretenimento Peugeot i-Connect. O novo volante compacto com vários comandos integra sensores que são capazes de detetar as mãos do condutor aquando da utilização dos novos auxiliares de condução.

Posicionado à altura dos olhos, o painel de instrumentos digital oferece opções pelos vários níveis de equipamento como um ecrã de 10“ ou a tecnologia 3D. A arquitetura ‘high-vent’ posiciona as saídas de ar mesmo em frente às cabeças dos ocupantes colocando o ecrã tátil (de 10” também só em algumas versões) ligeiramente mais abaixo do que o painel de instrumentos e mais próximo da mão do condutor.

PUB

O novo sistema de ‘infotainment’ i-Connect espelha sem fios o universo dos smartphones até um máximo de 8 perfis) e dois equipamentos com Bluetooth em simultâneo. A elevação de nível para o i-Connect Advanced já dispõe de navegação conectada TomTom com suas atualizações ‘over-the-air’ e permite os somandos por voz.

PUB

Entre os equipamentos de assistência à condução que o novo Peugeot 308 recebe de série ou em opção estão a vigilância de longo alcance do ângulo morto (75 metros); a nova câmara de marcha-atrás de alta definição de 180º, com esguicho de limpeza integrado; a juda ao estacionamento 360º através de 4 câmaras (dianteira, traseira e laterais); o acesso e arranque mãos-livres; ou o ajuste dos retrovisores ao engrenar a marcha-atrás.

Por diferente nível de equipamento, há outras ajudas á condução desde logo disponíveis como regulador e limitador velocidade adaptativos; travagem automática de emergência (com deteção de peões e ciclistas diurna e noturna); alerta de transposição involuntária de faixa com correção de trajetória; comutação automática dos máximos; ou reconhecimento de sinais de trânsito.

PUB

Disponível no final do ano, em direção à condução semiautónoma, o ‘pack Drive Assist 2.0’ adiciona ao regulador de velocidade adaptativo com função ‘Stop and Go’ e à ajuda à manutenção do veículo na faixa de rodagem três novas funções para vias com dupla faixa de rodagem: mudança semiautomática de faixa (propõe ao condutor a ultrapassagem do veículo imediatamente à sua frente e o regresso de seguida à faixa original operando entre os 70 e os 180 km/h); a recomendação antecipada da velocidade; e a adaptação da velocidade em curva (até velocidades de 180 km/h).

Continuar a ler

RELACIONADOS

Peugeot apresenta novo ‘logo’ a estrear no novo 308 em março

Peugeot anuncia preços e abre encomendas para o 508 PSE de 360 cv

Peugeot revela o novo e-Rifter que chega ao mercado no final do verão

Peugeot reforça gama elétrica de comerciais ligeiros com o e-Partner

COMPUTADOR DE BORDO

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

VEJA MAIS

MAIS LIDAS