Novo Citroën Berlingo Van já tem preços

  • Redação Autoportal
Nova Berlingo Van já chegou a Portugal

A Citroën acaba de lançar em Portugal o novo Berlingo Van, a 3ª geração do conhecido veículo comercial ligeiro que conta com uma produção acumulada superior a 1,5 milhões de unidades.

Direcionado aos clientes profissionais, o novo furgão Berlingo dá um verdadeiro salto geracional, não só em termos de estilo, mas também em tecnologia, equipamento, robustez, conforto e modularidade.

Produzido em Portugal, no Centro de Produção PSA de Mangualde, e concebido para se adaptar a todo tipo de ofícios, o novo Berlingo começa por apresentar-se no mercado nacional na dimensão M (a variante XL chegará em 2019), para satisfazer as expectativas dos clientes através de 3 versões – Control, Club e Driver – que diferem entre si em termos de filosofia e tipo de utilização.

Com uma atitude robusta e protetora, o novo Citroën Berlingo adota uma morfologia diferente, exibindo um pára-brisas avançado e projeções dianteiras mais curtas, graças, nomeadamente à adoção da plataforma EMP2.

Um interior pensado para os profissionais, conjungando robustez e conveniência, e onde se destaca um tablier fluido que integra diversas tecnologias úteis a bordo.

O novo Citroën Berlingo explora os seus pontos fortes e oferece uma solução adaptada a cada ofício ou função, apostando tudo em soluções “à medida”, sendo proposto na dimensão “M”, com 4,40 m de comprimento e a XL de 4,75 m.

Responde às expectativas dos clientes, apresentando duas versões específicas – a Club e Driver, que diferem entre si pela filosofia e tipo de utilização, complementando a variante de entrada Control.

Um nível tecnológico fora do comum no segmento com a integração de 20 ajudas à condução, tais como Indicador de Sobrecarga (disponível no 2º Trimestre de 2019) e Surround Rear Vision, inéditos em todos os segmentos do mercado dos Comerciais Ligeiros, Head-up display a cores, travão de estacionamento elétrico, regulador de velocidade adaptativo, Active Safety Brake e 4 tecnologias de conectividade, incluindo o Citroën Connect Nav e a recarga sem fios para smartphones(conteúdos disponíveis de série ou em opção consoante o nível de equipamento).

O novo Berlingo apresenta diferentes configurações, com ou sem portas laterais deslizantes, opcionais que garantem uma largura de abertura otimizada para facilitar as operações de carga e descarga, qualquer que seja o local em que veículo esteja estacionado.

Na traseira, conta de série com portas assimétricas chapeadas 40/60 com abertura a 180°, com a secção mais pequena no lado direito, oferecendo uma perceção de largura otimizada e ocultando as dobradiças. É um pormenor estético, mas também prático, para uma melhor inviolabilidade. Em resposta às necessidades de determinados ofícios, os furgões podem ser equipados, em opção, com portas assiméticas vidradas com os óculos traseiros aquecidos e limpa-vidros, ou com um portão traseiro único, com óculo aquecido e limpa-vidros.

Outra solução engenhosa do modelo comercial para o transporte de objetos de grande comprimento é o alçapão de tejadilho (girafon), cujas dimensões generosas permitem uma fácil utilização no dia a dia, nomeadamente no transporte de um escadote. O utilizador profissional poderá deslocar-se com toda a segurança e com as portas fechadas. Esta opção não está disponível para os veículos equipados com 2 portas laterais deslizantes. A barra de apoio sobre a qual repousa possui uma capacidade máxima de 100 kg.

Em matéria de motorizações, em Portugal, o novo Berlingo Van aposta, em exclusivo, na motorização diesel 1.6 BlueHDi – nas variantes 75 CVM e 100 S&S CVM

Bloco amigo do ambiente, recorrendo a FAP (Filtro de Partículas) e à tecnologia de Redução Catalítica Seletiva (RCS), garante melhores valores de despoluição logo desde o arranque do motor, sem necessitar de aditivo FAP, apresenta, em ambos os casos, performances de primeiro nível e consumos reais controlados: as potências máximas de 75 e 100 cv estão disponíveis às 3500 e 3750 rpm, respectivamente; os valores de binário são de 230 e 254 Nm, máximos alcançados às 1750 rpm em ambos os casos; atingem velocidades máximas de 152 km/h e 166 km/h.

Já em matéria de preços, o novo Citroën Berlingo Van, começa nos 20.200 euros para  a versão de entrada equipa com  o bloco 1.6 BlueHDi 75 CVM para a versão Control, enquanto a versão Clube com o motor 1.6 BlueHDi 100 S&S CVM terá um custo de 22.800 euros e a Driver com o mesmo bloco tem um preço de 23,500 euros.

Comentários

Veja mais