Aliança assina acordo de parceria com a Google

  • Redação Autoportal
Aliança assina parceria com a Google
Aliança assina parceria com a Google

A Renault-Nissan-Mitsubishi e a Google anunciaram, esta terça-feira, uma parceria tecnológica para integrar o sistema operativo Android nos automóveis vendidos pela Aliança, líder mundial da indústria automóvel, com o objetivo de fornecer tecnologia inteligente de infoentretenimento e aplicações desenvolvidas na ótica do utilizador, nas diversas marcas e modelos da Aliança, uma que está prevista para 2021.   

Os membros da Aliança que, no ano passado, venderam 10.6 milhões de veículos, em 200 mercados, vão integrar as aplicações e serviços de infoentretenimento da Google, num sistema remoto baseado numa “cloud”, com o intuito de enriquecer a experiência dos clientes Renault, Nissan e Mitsubishi. Apesar das gamas de modelos da Aliança irem partilhar a plataforma Android, cada marca vai ter flexibilidade para criar o seu próprio interface e funcionalidades específicas.

Esta parceria, com infoentretenimento, integra-se na estratégia do plano Aliança 2022 de equipar mais automóveis com serviços integrados e conectados baseados em “clouds”.

Este anuncio agora realizado que coincide com o primeiro aniversário do plano de médio prazo, simboliza o foco da Aliança nas tecnologias da nova geração. De acordo com o plano, a Renault-Nissan-Mitsubishi espera alcançar os 14 milhões de unidades vendidas no final do ano de 2022.

O plano inclui, também, o lançamento de 12 novos automóveis elétricos zero emissões, novas tecnologias de condução autónoma e o desenvolvimento contínuo da “Inteligent Cloud” da Aliança.

Ao combinar as últimas tecnologias da Aliança e da Google, os automóveis dos membros da Aliança vão dispor de um dos mais inteligentes e avançados sistemas de infoentretenimento do mercado.

Condutores e passageiros terão ao seu dispor os recursos do Google e do Android para aceder a um ecossistema que inclui milhares de aplicativos existentes e um conjunto cada vez maior de novas aplicações. Esta integração vai permitir o acesso fácil no automóvel às aplicações mais populares. O sistema vai ser igualmente compatível com outros sistemas operativos como o Apple iOS.

Comentários

Veja mais