Renault Mégane regista marco histórico de vendas

  • Redação Autoportal
Renault Mégane é recordista de vendas

Renault já vendeu em Portugal mais de 175.000 unidades do Mégane

O Renault Mégane continua a ser um modelo de referencia da marca francesa no mercado nacional e em março, este modelo atingiu o marco histórico de 175.000 unidades vendidas. Um número que confirma o sucesso comercial de um modelo que, há quase um quarto de século, conquista os portugueses e que, inclusivamente, em cinco anos liderou a tabela de vendas. E o sucesso promete continuar, ou não seja uma das grandes referências do segmento C, em design, equipamentos tecnológicos, segurança, mas também por beneficiar de uma das mais evoluídas gamas de motores do mercado.

No início de 1996, o Renault Mégane chegou a Portugal, sucedendo ao popular Renault 19. E logo no primeiro ano completo de comercialização vendeu 7.351 unidades, repartidas pelas carroçarias 5 e 4 portas, mas também Coupé. A título de curiosidade, sublinhe-se que a versão cabriolet só chegou ao mercado em 1997, enquanto a Break chegou em 1999.

E se o Scénic da primeira geração, comercializado no final de 1996, inicialmente reivindicava a sua pertença à família Mégane, rapidamente se tornou um modelo autónomo dentro da gama Renault. Por isso, nos 175.000 Mégane vendidos em Portugal não estão contabilizados os mais de 40.000 Scénic vendidos no mesmo período, o que confirma a força da marca Renault (também) no segmento C.

A segunda geração do Renault Mégane chegou a Portugal em 2002, nas carroçarias 3, 4 e 5 portas, mas também Break. No ano a seguir, o modelo foi, pela primeira vez, um dos cinco mais vendidos no país. No entanto, em 2004, foi mesmo o automóvel preferido dos portugueses, com 14.575 unidades vendidas, 381 das quais da carroçaria cabriolet que chegou a Portugal nesse ano. Bastante mais significativas foram, contudo, as vendas da Break que, pela primeira vez, se assumia como a preferida dos portugueses, com mais unidades comercializadas que todas as outras carroçarias juntas.

O ano de 2004 iniciou, portanto, um ciclo – que ainda hoje perdura! – marcado por um enorme sucesso comercial: nos últimos 15 anos, apenas por uma vez, o Renault Mégane não esteve no Top 5 das vendas em Portugal. Aliás, em 2007, 2009, 2010, 2011 e 2012 foi mesmo o automóvel preferido dos portugueses. E, desde 2003, foi o líder do segmento C em 10 ocasiões.

No que toca a gerações, a segunda do Mégane (2002 a 2009) foi a mais vendida, com 70.363 unidades.

A título de curiosidade, sublinhe-se que a atual geração do Renault Mégane Sport Tourer representa 63% das vendas. Um número bem diferente dos 8,2% da Break da primeira geração. Aliás, desde 2004 que o Mégane lidera, ininterruptamente, as vendas entre as carrinhas.

No total, entre 1995 e fevereiro de 2019, foram vendidas em portugal 175.353 unidades do Renault Mégane. 

  • TEMAS:
  • Mégane

  • Renault

  • Vendas

Veja mais