Guiámos a versão mais desportiva do Jeep Renegade

| Virgílio Machado
Renegade Limited S é uma série especial ainda mais desportiva

O Jeep Renegade é um SUV compacto que continua a dar cartas no mercado europeu e o seu estilo e design inconfundíveis deixam o pequeno Jeep cada vez mais ao gosto de quem pretende uma veículo com uma atitude urbana sem esquecer a vertente da aventura.

O novo design do Renegade apresenta uma visão moderna do icónico modelo da marca norte-americana, onde a destreza off-road deste pequeno jeep é expressa na imagem aventureira que se conjuga com um design urbano, onde a renovada frente sobressai, devido à introdução de uma nova grelha.

A versão mais desportiva do SUV compacto americano, o Jeep Renegade Limited S, que testámos numa aventura pelo sul de Portugal, foi uma agradável surpresa, já que não se tratando de um puro todo terreno de tração total, não nos deixou ficar mal, acabando por se revelar à altura dos desafios, ainda que limitados.

Partindo do nível de equipamento de topo, Limited, em termos estéticos destacam-se no exterior os elementos contrastantes em cinzento para a diversos locais da carroçaria e as jantes de 19”. A bordo a aposta vai para um ambiente dominado por tons escuros, que fazem sobressair as costuras em cor de tungsténio e o volante forrado a pele.

Uma vez dentro do Renegade, encontramos um habitáculo bastante bem aproveitado, que oferece uma ampla sensação de espaço para todos os ocupantes, apesar da acessibilidade aos bancos traseiros ser feita através de portas que bem podiam ser de maior dimensão.

O espaço disponível no seu interior é suficiente para quatro ou mesmo cinco pessoas, o que acaba por ser surpreendente quando olhamos para o Renegade que apresenta bancos confortáveis, tanto à frente como atrás, sendo de destacar na versão testada a regulação elétrica dos bancos dianteiros em 8 modos, que no caso do banco do condutor permite encontrar rapidamente a melhor posição de condução

Em matéria de arrumação, o Renegade conta com uma bagageira com capacidade para 351 litros, que pode chegar aos 1297 com os bancos traseiros rebatidos.

O tabliê de grandes dimensões confere ao Jeep Renegade Limited S uma sensação de dimensão interior e dos equipamentos disponíveis merece referência principal o sistema de infotainment Uconnect, que recorre ao ecrã central de 8,4” para a apresentação das informações e os dados podem ser transpostos dos smartphones, pois este sistema tem compatibilidade com Android Auto e Apple CarPlay.

Na tecnologias destinada à segurança, surgem soluções como Cruise Control Adaptativo, Alerta de Colisão Frontal-Plus, Assistência Inteligente à Velocidade com Reconhecimento de Sinais de Trânsito e Alerta de Desvio de Faixa-Plus. Os sensores de estacionamento na dianteira e traseira surgem também de série do Jeep Renegade Limited S.

A percepção geral com que ficamos é de robustez, potenciada pela boa qualidade dos materiais, onde contamos com uma mistura de materiais mais sensíveis ao toque e outros mais duros, que apesar de tudo não potenciam o aparecimento de ruídos parasitas.

O Jeep Renegade Limited S  está equipado com um motor 1.3 Turbo a gasolina de 150 cv de potência que disponibiliza um binário de 270 Nm, conetado à transmissão automática DDCT de seis velocidades e que permite acelerar dos 0 aos 100 km/h em 9,4s e alcançar uma velocidade máxima de 196 km/h.

Ao volante, o Renegade S é fácil de conduzir e mostra-se bastante competente em curva, apesar do seu design, mostrando-se eficiente ao enfrentar estradas sinuosas de asfalto ou mesmo de terra batida, desde que não se cometam exageros, até porque este é um modelo mais vocacionado para o asfalto, com um motor que se mexe muito bem, apesar do seu formato e dotado de um bom conjunto de suspensões que absorve de forma eficaz a generalidade das irregularidades das estradas, mesmo que o ruído de rolamento seja notório quando carregamos no acelerador em auto-estrada.

Mas ao volante é fácil tirar partido deste Jeep compacto com uma condução suave e precisa e que faz com que o Renegade seja muito interessante de conduzir e fácil de se gostar.

Em matéria de consumo é preciso estar atento a ritmos mais elevados já que é fácil superar os 6.4 litros anunciados pela Jeep, até porque o bloco 1.3 Turbo de 150 cv de potência mostra-se verdadeiramente entusiasmante quando andamos mais depressa e por isso não conseguimos neste teste consumos inferiores a 8.2 litros.

A versão testada contava com bastante equipamento opcional, como o teto de abrir ‘MySkY’, vidros traseiros escurecidos, estofos em pele preta com inserções em cinzento, regulação elétrica dos bancos dianteiros e pintura vermelho Colorado, o que faz com que o preço desta versão seja de 34.404 euros.

Contudo, o Renegade S tem um preço que arranca nos 32.184 euros e não pense que a versão base não vem bem recheada de equipamento e pronta para a diversão, de preferência em asfalto. No entanto, tome nota que o Renegade continua a ser taxado como Classe 2 nas portagens nacionais. A exceção é se estiver equipado com Via Verde, caso em que paga Classe 1.

Desta forma, esta série especial 'S' acaba por ser uma agradável expressão da atitude urbana e desportiva do Renegade, ao mesmo tempo que preserva quase todas as lendárias capacidades da Jeep.

  • TEMAS:
  • Jeep

  • Renegade Limited S

  • Ensaio

Veja mais