Pininfarina Battista: dos 0 aos 300 km/h em menos de 12 segundos

  • Redação Autoportal
Pininfarina Battista: hipercarro totalmente elétrico

Casa italiana apresenta o seu primeiro hipercarro elétrico

A Pininfarina apresentou mundialmente no Salão de Genebra o muito aguardado Battista, o primeiro hipercarro da casa italiana de design automóvel que faz esta estreia em nome próprio com um carro elétrico.

O seu nome homenageia Battista ‘Pinin’ Farina, o fundador da Carrozzeria Pininfarina. A chegada está marcada para 2020, quando a marca celebrar os 90 anos. O seu preço estará entre os 2 milhões e os 2, milhões de euros.

E só serão feitos, à mão, 150 exemplares, com três especificações referentes aos 90 anos “unidas pelo elegante design e tão bonitos como a promessa de extrema performance”.

O Pininfarina Battista apresenta-se como “o mais poderoso carro homologado para estrada alguma vez desenhado e construído em Itália” pretendendo ser um marco entre os hipercarros de luxo no seu papel de veículo elétrico de emissões zero.

O que falta então dizer sobre este hipercarro elétrico cuja tecnologia da pista para a estrada foi assegurada pela Mahindra Racing e que contou com a colaboração de Nick Heidfeld para além de uma equipa de especialistas que participaram em projetos de ponta como os Bugatti Veyron e Chiron, o Ferrari Sergio, o Lamborghini Urus, o McLaren P1, o Mercedes AMG-Project One, o Pagani Zonda e o Porsche Mission E?

Falta descrever esse tal incrível “poder” que o Pininfarian Battista apresenta a partir do conjunto de baterias de iões de lítio de 120 kWh, da Rimac Automobili, disposto em ‘T’ sob os bancos e centro do carro.

E, com todo este ‘arsenal’ elétrico, claro está, este hipercarro de tração integral, cinco modos de condução e que garante uma autonomia de 450 km, apresenta todos o seu “poder” em números muito fora do comum – até para esse tipo de carros...

Com 1.900 cv de potência, um binário de 2.300 Nm, o Pininfarina Battista acelera dos 0 aos 100 km/h em menos de 2 segundos e – ‘deixando para trás’ a aceleração dos 0 aos 200 km/h – chega aos 300 km/h em menos de 12 segundos – antes de atingir a velocidade máxima de 350 km/h.

  • TEMAS:
  • Pininfarina

  • Battista

  • Salão Genebra

Veja mais