Ferrari SF90 Stradale tem 1000 cv e é o primeiro plug-in de Maranello

  • Redação Autoportal
VÍDEO: Chegou o SF90 Stradale o super híbrido plug-in da Ferrari
Novo hiperdesportivo da Ferrari foi apresentado esta quarta-feira

A Ferrari revelou esta quarta-feira o seu novo hiperdesportivo, o SF90 Stradale, o primeiro modelo híbrido plug-in da marca italiana

O nome do novo carro da marca de Maranello é uma homenagem aos 90 anos da fundação da Scuderia e à sua forte ligação aos circuitos e às corridas.

O novo SF90 Stradale conta com um motor turbo V8 que debita 780 cv de potência e um binário de 800 Nm às 6000 rpm a que se juntam três motores elétricos que acrescentam 220 cv para um total de 1000 cv de potência combinada neste novo modelo.

Os motores elétricos estão instalados, dois no eixo dianteiro e o terceiro entre o motor e a nova transmissão automática de dupla embraiagem de oito velocidades e não se pense que este sistema torna a vida do condutor mais complicada, já que apenas vai ter de optar um dos quatro modos da unidade de potência.

O SF90 Stradale é também o primeiro carro desportivo da marca de Maranello equipa com tração total, uma necessidade para permitir que a incrível potencia libertada por este híbrido obtenha o seu rendimento máximo e permita converter este hiperdesportivo numa referencia em matéria de aceleração, já que a Ferrari revelou que o SF90 Stradale chega dos 0 aos 100 km/h em 2,6 segundos e dos 0 aos 200km/h em 6,7 segundos e alcança uma velocidade máxima de 340 km/h.

Este primeiro híbrido plug-in da Ferrari que conta com bateria de iões de lítio com capacidade para 7.9 kWh é capaz de realizar até 25km em modo totalmente elétrico até uma velocidade máxima de 135 km/h.

No interior destaque para uma consola central mínima e um volante multimédia que dispõe de modos de condução do sistema híbridos: eDrive, Hybrid, Performance, e Qualificação.

Um dos maiores desafios na criação deste hiperdesportivo foi manter o seu peso controlado e sendo certo que os 270 kg adicionais do sistema híbrido são amplamente compensados pela potência adicional de 220 cv, os 1,570 kg de peso final garante uma relação peso potência que segundo a Ferrari é recorde de 1,57 kg/cv.

No interior destaque para um ecrã de 16 polegadas, curvo, com o qual se pretende facilitar a leitura e criar um ambiente envolvente ao estilo de um F1.

Destaque igualmente para a utilização pela primeira vez do “head up display” e um volante que controla segundo a Ferrari 80% deste hiperdesportivo.

Ferrari de ligar à corrente tem 1000 CV
  • TEMAS:
  • Ferrari

  • SF90 Stradale

  • Híbrido plug-in

Veja mais