Escassez de componentes pode limitar produção de automóveis

  • Redação Autoportal
  • 9 ago, 10:56
Chips (Foto: Valentine Tanasovich / Pexels)
Chips (Foto: Valentine Tanasovich / Pexels)

As marcas do Grupo VW comentaram que a escassez de chips pode limitar a sua produção ao longo dos próximos meses

Depois de ter anunciado um recorde de vendas de automóveis elétricos no final das contas do primeiro semestre do ano, o Grupo Volkswagen também referiu que este trimestre poderá ver a sua produção de automóveis um pouco mais limitada, devido ao escasso fornecimento de componentes eletrónicos, fundamentais para a produção de novos modelos, sendo que também aponta a dificuldade da própria indústria em encontrar uma solução para este problema.

Segundo o Grupo VW, a produção foi reduzida no final do ano passado, devido à crise que afetou bastante a indústria automóvel. E nos primeiros seis meses deste ano chegou mesmo a admitir que favoreceu os modelos da Porsche e da Audi, que contam com margens de lucro mais elevadas, na atribuição de chips, prevendo já a sua escassez.

PUB
Autoeuropa já teve de suspender produção por falta de componentes
PUB

Segundo Alexander Seitz, CFO da Volkswagen, “embora haja sinais de que as limitações do fornecimento de semicondutores estejam a começar a diminuir, prevemos um terceiro trimestre muito complicado do ponto de vista do fornecimento”. Para tentar equilibrar um pouco mais esta situação, a Audi, por exemplo, está a tentar trabalhar numa solução de contramedida, mas ainda é difícil prever se os números de produção se conseguem recuperar na totalidade até ao final do ano.

PUB

"Apesar de todo este sucesso, somos bem-aconselhados a manter os dois pés no chão", comentou Lutz Meschke, CFO da Porsche, acrescentando que “independentemente das incertezas da pandemia do coronavírus, a situação de tensão contínua no mercado de semicondutores pode tornar-se percetível no terceiro trimestre".

PUB
Falta de chips que afeta a produção automóvel pode durar vários anos

Além das marcas do Grupo Volkswagen, também os grupos Daimler, BMW, GM e Ford foram atingidos por este problema de escassez, que poderá ter limitações de produção neste trimestre, mas segundo foi referido, a VW está confiante na gestão desta dificuldade apesar destas mesmas limitações.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Vendas de automóveis em queda com pior mês de julho, desde 2013

A Bosch anunciou a abertura de uma unidade de produção de chips e sensores na Alemanha

Autoeuropa com quebra de produção de 70 mil unidades desde 2020

Intel alerta que a falta de chips que afeta a produção automóvel pode durar vários anos

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS