Mercedes apresenta o novo Classe B

  • Redação Autoportal
V?DEO: Já chegou o novo Mercedes Classe B

O novo Mercedes-Benz Classe B apresentado esta terça-feira no Salão Automóvel de Paris, destaca a vertente desportiva com a versão Sports Tourer – que tem uma aparência mais dinâmica do que o seu antecessor e é mais ágil em estrada, sempre com o conforto Mercedes.

Os interiores oferecem uma sensação de espaço com o design distinto do painel de instrumentos. O interface intuitivo oferecido pelo sistema multimédia MBUX é inovador e tem capacidade de adaptação. Os seus pontos fortes incluem gráficos de alta resolução, comando de voz "Olá Mercedes", um ecrã touch de série e recursos como a função de Realidade Aumentada MBUX (MBUX Augmented Reality).

Já em termos de segurança ativa, os sistemas de assistência de direção de última geração fazem do Classe B um dos veículos líderes do segmento com funções herdadas do Classe S. Além disso, o interior é agora mais espaçoso.

O novo Classe B apresenta uma maior distancia entre eixos (2.729 mm) e a frente relativamente baixa, com transição progressiva e fluída do capot para os pilares A e para-brisas, juntamente com a postura forte da carroçaria, sublinha a aparência geral mais desportiva.

O mesmo acontece com os faróis de perfil baixo com faróis H7 e luzes diurnas de LEDs. Na versão com faróis de LEDs ou superior, o Classe B vem com a sua própria 'assinatura' de luzes diurnas de condução, na forma de projetores duplos. Os faróis opcionais MULTIBEAM LED oferecem um aspeto especialmente desportivo e permitem a regulação eletrónica extremamente rápida dos faróis, adaptando-os a cada situação de trânsito. Esta característica da classe de luxo, que fez a sua estreia no segmento compacto no novo Classe A, produz um visual marcante e oferece uma segurança adicional agora também no novo Classe B.

Atrás, a largura do veículo é acentuada pelos farolins bipartidos, pelos refletores integrados no para-choques e por uma secção inferior preta no para-choques e uma faixa de acabamento cromada. O spoiler de tejadilho, juntamente com os spoilers pretos de alto brilho nas laterais dos vidros traseiros, contribuem para uma aerodinâmica melhorada, ao mesmo tempo que conferem uma aparência desportiva.

No interior os bancos de geometria melhorada e a linha de cintura mais baixa oferecem uma sensação de espaço ainda mais generosa do que no modelo anterior. O condutor senta-se 90 milímetros mais alto do que num Classe A, desfrutando assim de uma boa visão geral.

Os encostos dos bancos traseiros têm divisão 40:20:40 de série. Consoante a versão os bancos traseiros poderão ser movidos 14 centímetros e o encosto poderá ser rebatido até uma posição mais inclinada, para variar a capacidade do compartimento de bagagem atrás dos assentos traseiros entre 455 e 705 litros. Embora a capacidade seja aproximadamente a mesma que no modelo anterior, o compartimento de bagagem pode ser utilizado de forma mais eficiente graças às melhorias introduzidas nesta nova versão.

Com o banco traseiro rebatido e a bagagem até ao tejadilho, o compartimento de carga, que é plano graças ao piso da bagageira ajustável, pode acomodar até 1.540 litros atrás dos bancos dianteiros.

A porta da bagageira EASY-PACK, de série, permite abrir ou fechar a porta traseira de forma conveniente e automática, mediante o pressionar de um botão ou através de um movimento com pé, em combinação com o sistema de acesso mãos-livres (opcional).

Em matéria de motorizações o novo Classe B conta com um motor diesel de dois litros com homologação Euro 6d e nova caixa de dupla embraiagem de oito velocidades

Em comparação com o seu antecessor, o novo Classe B está equipado em todas versões por motores novos e eficientes, todos em conformidade com os limites impostos pela norma Euro 6d-TEMP. As versões de 150 e 190 cv (110 e 140 kW) de montagem transversal do motor diesel OM 654 de dois litros, cárter de alumínio e processo de combustão com pistões de cabeça escalonada fazem aqui a sua estreia.

Graças ao exaustivo sistema de pós-tratamento dos gases de escape com um catalisador SCR adicional colocado sob o piso, o Classe B equipado com motor OM 654 é o primeiro modelo compacto da Mercedes-Benz a ter homologação conforme a norma Euro 6d, que será obrigatória para novos modelos apenas a 1 de Janeiro de 2020. Este motor diesel de alta cilindrada é uma adição ao motor diesel de quatro cilindros (OM 608), já conhecido do Classe A com cilindrada de 1.5 litros, até 115 cv (85 kW) de potência e até 260 N·m de binário.

Este modelo também está disponível com dois motores a gasolina de quatro cilindros da série M282 com cilindrada de 1,33 litros e potências de 135 e de 160 cv (100 e 120 kW). As inovações incluem sistema de gestão dos cilindros (em combinação com caixa 7G-DCT), da cabeça de motor de formato delta e filtro de partículas de gasolina.

Inicialmente, o novo Classe B vai estar disponível em exclusivo com caixa de dupla embraiagem. Neste domínio, a novidade vai para a nova unidade 8G-DCT de oito velocidades, usada em combinação com o motor a diesel de maior cilindrada. Vão seguir-se outros motores novos, bem como modelos de tração integral 4MATIC. De série, o depósito de combustível oferece 43 litros; há um depósito opcional com 51 litros, consoante o motor.

O início das vendas do novo Classe B terá lugar a 3 de dezembro de 2018, com entregas previstas para fevereiro de 2019.

VEJA TAMBÉM:

Mercedes Classe B ganha imagem mais desportiva

Comentários

Veja mais